Secretaria Meio Ambiente

links patrocinados

Secretaria Meio Ambiente

Secretaria Meio Ambiente

Sobre a Secretaria Meio Ambiente

Secretaria do Meio Ambiente é um setor de um governo responsável por administrar questões ambientais. Existem secretarias de meio ambiente em níveis regionais. Em âmbito nacional, este assunto fica a cargo do Ministério do Meio Ambiente.

Assuntos como preservação e fiscalização ambiental fazem parte das responsabilidades de uma secretaria de meio ambiente. Com questões ambientais sendo cada dia mais importantes, esta pasta vem ganhado destaque.

Responsabilidades da Secretaria Meio Ambiente

Poluição do ar, qualidade da água, tratamento do lixo, são algumas questões que costumam ser de responsabilidade da secretaria de meio ambiente. Criação e administração de parques, sejam eles estaduais ou municipais, também são de cuidados deste setor do governo.

Em alguns locais, o setor responsável pelo meio ambiente pode ter outra nomenclatura. É caso do Rio de Janeiro, que tem a Secretaria do Ambiente, a cargo de Marilene Ramos.

Na capital paulista, a pasta responsável por estas questões tem a nomenclatura de Secretaria Municipal Verde e Meio Ambiente. Eduardo Jorge Martins Alves Sobrinho é o responsável por este setor em São Paulo.

Ministério do Meio Ambiente

Ministério do Meio Ambiente

Sobre o Ministério do Meio Ambiente

A questão ambiental é um problema sério nos dias de hoje. As mudanças climáticas são as mais comentadas, porém as consequências vão muito além disso. Pouca qualidade de vida nas grandes cidades, desmatamento, falta de reflorestamento,etc também são malefícios causados pelo ser humano. E, no Brasil, o Ministério do Meio Ambiente cuida destes problemas.

O Ministério do Meio Ambiente foi criado em 1.985, mas ele tinha outra denominação nesta época. Era chamado de Ministério do Desenvolvimento Urbano e do Meio Ambiente.

Responsabilidade do Ministério do Meio Ambiente

A responsabilidade deste órgão federal é realizar políticas nacionais de meio ambiente, programas ambientais para a Amazônia Legal, políticas para os recursos hídricos, preservação, conservação e utilização sustentável de ecossistemas, biodiversidade e florestas, políticas para integrar meio ambiente e produção, estratégias para melhorar a qualidade ambiental e usar sustentavelmente os recursos naturais e fazer o zoneamento ecológico-econômico.

Ao Ministério do Meio Ambiente estão subordinados o Serviço Florestal Brasileiro, a Agência Nacional das Águas, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, o Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro e a Companhia de Desenvolvimento de Barcarena.

De uma maneira geral e resumida, são estes órgãos citados acima que fazem todas as ações necessárias para que o meio ambiente melhore ou tenha seus problemas amenizados. O pouco que ainda está intocado também não é deixado de lado. E assim o Brasil continua podendo se vangloriar de ser um país com muita natureza e recursos hídricos. Pelo menos por enquanto.

Poluição meio ambiente

Poluição meio ambiente

Sobre a Poluição meio ambiente

No decorrer de todos os anos, o homem tem transformado de diversas maneiras a natureza. A cada dia que passa, o nosso planeta Terra vem sofrendo bastante com toda a poluição que é liberada no meio ambiente. Isso se resume à vasta destruição de espécies animais e vegetais, desvios dos cursos dos rios, substâncias lançadas no ar, na água e, principalmente, no solo.

As relações da saúde e do bem-estar dos indivíduos estão intrinsecamente relacionadas com a qualidade do meio ambiente. Ou seja, estão ligadas com as condições físicas, químicas e biológicas da natureza.

No entanto, devido ao descuido do homem com relação ao meio ambiente e ainda com o advento da própria tecnologia, algumas mudanças começaram a ocorrer. A poluição cresceu de maneira assustadora e, de alguma maneira, afeta a todos os indivíduos na sociedade.

Esse fator pode ser observado, principalmente, nas grandes cidades, devido à queima de combustíveis fósseis, como, por exemplo, o carvão mineral e alguns derivados do petróleo (como a gasolina). A queima destes produtos lança uma imensa quantidade de monóxido de carbono e dióxido de carbônico na atmosfera. Além disso, as indústrias também são responsáveis por lançar o CFC na atmosfera, o que pode agravar mais o problema do buraco na camada de ozônio.

Da mesma maneira, as pessoas e as indústrias poluem a água e o solo. Os resíduos gerados nas cidades, como o lixo, entulhos e alguns produtos tóxicos são levados em direção aos rios, principalmente com a ajuda da chuva. Além disto, grande parte do lixo também fica no solo, fazendo com que a própria natureza se encarregue de decompor os elementos, processo este que pode levar mais de mil anos. Grande parte da poluição do meio ambiente também acontece devido aos esgotos, que são lançados algumas vezes diretamente na água ou no solo.

Por isso, a conscientização é a melhor maneira de se cuidar do planeta! Faça sua parte: não jogue lixo nas ruas, estradas e pátios. A natureza agradece.

Pesquisar
Artigos Relacionados