Salariômetro

links patrocinados

Salariômetro

Salariômetro

Toda e qualquer atividade profissional, seja mão de obra bruta ou de ensino superior especializado, seja trabalho temporário ou fixo, deve receber um valor estipulado em troca pelos serviços prestados, o que chamamos popularmente de salário, ainda que ele seja apenas um bico. Para que haja um pagamento justo, existe o piso salarial (que é uma referência de valor mínimo que deve ser recebido de acordo com a profissão em questão e a região em que o indivíduo mora).

O salariômetro é um site criado pela Secretaria de Emprego e Relações de Trabalho do Governo do Estado de São Paulo que utiliza dados referenciais sobre as declarações de vínculo empregatício fornecidos para os órgãos federais e fornece então essas informações de acordo com a sua consulta. Para utilizar o salariômetro, basta entrar na página oficial e preencher os dados de acordo com o que você procura.

Primeiramente, você deve fazer a pesquisa do código na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) e então selecionar a sua profissão ou aquela que precisa saber qual é o salário base. Depois, você pode escolher outros dados que limitem mais a sua pesquisa, incluindo o estado em que o profissional trabalha, a faixa etária, se possui curso superior ou não e que tipo de setor está envolvido no serviço. Finalmente, ao clicar em busca, o resultado informa o salário estimado, a quantidade de contratações no local selecionado, a idade média dessas pessoas e há quanto tempo trabalhavam na mesma empresa.

Mais informações

Os benefícios do salariômetro envolvem não apenas uma noção sobre o valor pago em determinado estado, mas também as diferenciações de acordo com características suas que, sem saber, podem ser determinantes para o salário (elas incluem, na pesquisa, o gênero e a cor ou raça). Infelizmente, isso ainda é determinante no mercado de trabalho e afeta um salário justo entre um homem e uma mulher que realizam a mesma função e trabalham as mesmas horas e possuem uma produtividade equivalente. Ou então entre duas mulheres, uma negra e outra branca e assim por diante.

O site possui um sistema bem simplificado e de fácil usabilidade, exigindo informações básicas que até mesmo quem não usa computadores frequentemente consegue compreender. Junto da página do salariômetro, é possível também consultar outro sistema de comparação e pesquisa de dados trabalhistas – o termômetro. Nele, pessoas sem trabalho fazem uma consulta de expectativa de conseguir alguma oportunidade de emprego e qual é o seu nível de empregabilidade – ou seja, sua chance de acordo com suas qualificações profissionais, bem como a estrutura familiar da residência.

Por enquanto, infelizmente, o termômetro está limitada às regiões metropolitanas do país, que se resumem às capitais Belo Horizonte, São Paulo, Recife, Rio de Janeiro Salvador e Porto Alegre. É levado em consideração os seguintes fatores envolvendo as chances e oportunidades de emprego: a escolaridade, o número de pessoas dependentes na família, a renda total, quanto tempo está procurando emprego e quantas horas de disponibilidade possui para se dedicar ao trabalho. Tudo isso é determinante na hora de definir as probabilidades de se conseguir uma vaga no mercado de trabalho.

Fotos

SalariômetroSalariômetro
O salariômetro foi criado pela Secretaria de Emprego e Relações de Trabalho do Governo do Estado de São PauloO salariômetro foi criado pela Secretaria de Emprego e Relações de Trabalho do Governo do Estado de São Paulo
Para utilizá-lo basta acessar o site e fornecer as informações necessáriasPara utilizá-lo basta acessar o site e fornecer as informações necessárias

Pesquisar
Artigos Relacionados