Reciclagem de lixo

links patrocinados

Reciclagem de lixo

Reciclagem de lixo

Muitas justificativas para a não reciclagem incluem: falta de informação de empresas, falta de interesse dos cidadãos, processos industriais caros, poucas alternativas de produtos com materiais reciclados, preço superior (como do papel reciclado, por exemplo). Entretanto, as vantagens do processo de reciclagem é muito superior a essas afirmações.

O primeiro passo para alterar essa realidade realmente envolve a participação do cidadão comum nos mais variados projetos de apoio à reciclagem. Alguns exemplos são: criação de cooperativas, divulgar e promover palestras informativas sobre descarte de lixo (principalmente em grandes empresas e escolas), pesquisar formas caseiras de reciclagem.

Com isso, é provável que você consiga chamar a atenção de algumas pessoas ao seu redor, podendo até mesmo criar algum tipo de grupo sobre o assunto. Depois, com uma certa divisão de trabalho, é possível fazer proposições para o seu condomínio sobre a separação de lixo. Aos poucos, esses projetos podem ir se espalhando, podendo influenciar até mesmo a prefeitura da sua cidade.

Como separar o lixo

As cores universais para separar o lixo são: verde corresponde ao vidro, amarelo para metais, azul para o papel e vermelho para o plástico. Esse é apenas o primeiro passo no longo processo de reciclagem. Depois, os lixos serão novamente analisados, filtrados dessa vez de acordo com suas especificidades (fibra de vidro é diferente de caco de vidro, papel fotográfico não é reciclado, etc).

O lixo hospitalar é outro grande problema atual, pois não há como reciclar e ainda pode ter substâncias tóxicas ou que contaminem pessoas que entrem em contato com o material. Por isso a regulamentação e vigilância nesses locais é tão rígida e um dos principais meios de eliminar esses produtos é com a incineração.

O lixo eletrônico, por sua vez, possui bem menos controle por parte do governo (embora existam projetos de conscientização) e os impactos podem ser tão grandes ou até piores do que o lixo hospitalar. São produtos como baterias, monitores, chips, metais de diferentes tipos.

Relevância

Devido ao excesso de desperdício das matérias primas que dão origem aos produtos que consumimos, a reciclagem se faz muito importante, pois evita esse processo. Entretanto, parece que até mesmo países ricos, como é o caso dos Estados Unidos, ainda não dão a atenção necessária para esse assunto. O consumo lá é desenfreado, pelo menos pelo cidadão comum. E isso também se reflete no governo e nas políticas públicas. Não é difícil compreender a razão do país se negar a assinar protocolos de sustentabilidade como o de Kyoto – eles afetam diretamente a produção e consumo de produtos que movimentam a economia.

Dados sobre o lixo

– Uma pessoa produz aproximadamente um quilo de lixo por dia.
– O Brasil chega a produção de duzentos e cinqüenta milhões de toneladas de lixo por dia.
– Menos de cinco por cento de todo o lixo produzido no país é reciclado.
– Vidros demoram mais de quatro mil anos para serem decompostos, porém, quando reciclados, podem produzir exatamente a mesma embalagem que era antes de ser usada.

Fotos

Confira Fotos da Reciclagem de lixo:

Reciclagem de lixoReciclagem de lixo
Metal e vidro são recicláveisMetal e vidro são recicláveis
Alguns materiais podem ser recicladosAlguns materiais podem ser reciclados

Pesquisar
Artigos Relacionados