Rabanada de natal

links patrocinados

Rabanada de natal

Rabanada de Natal

Peru, tender, panetone, chocotone, muitas são as delícias relacionadas ao natal e final de ano. Uma das mais queridas é a rabanada, que apesar de poder ser feita durante o ano todo, recebe uma atenção especial próximo ao dia 25 de dezembro.
O doce á tão famoso, que diversos chefs já investiram em variações e outras receitas que mantém a essência, mas adicionando ingredientes nobres e modos de preparo diferenciados.

Entretanto, tradicionalmente, a receita é muito simples e inclui o reaproveitamento de um alimento que, normalmente, seria jogado fora: o pão amanhecido. Esse é o ingrediente principal também pode ser fresco, não interferindo na qualidade do produto final.

Subtítulo 1

Outras particularidades da receita tradicional

Além do pão cortado em fatias de tamanho médio, a receita de rabanada também inclui itens como leite em quantidade suficiente para molhar as fatias dos pães previamente cortadas, além de leite condensado, ovos batidos, canela e açúcar a gosto.

O modo de preparo é bem simples e consiste basicamente em misturar o leite e leite condensado em um refratário e os ovos com um pouco canela em outro. Após passar na mistura com o leite, basta passar nos ovos e fritar. Depois do processo, o ideal é passar o alimento em uma mistura de açúcar e canela.

Subtítulo 2

Quais cuidados devem ser tomados na hora de fritar

O óleo de soja é um dos mais usados e populares no Brasil, porém esse ingrediente não é o mais indicado para fritar a rabanada. Segundo os especialistas em gastronomia, uma das melhores opções é o óleo de girassol, que tem um sabor muito suave e não influencia no sabor das rabanadas.

A temperatura do óleo é outro fator muito importante, pois se ele estiver frio pode encharcar o alimento e deixá-lo com um sabor exagerado de óleo, além de ficar pesado demais e com difícil digestão. Se estiver mais quente do que o indicado, as rabanadas podem queimar e ficar com gosto e aparências ruins.

Um dos testes que você fazer é pegando apenas um pedacinho da rabanada crua e colocá-lo no óleo. Se não acontecer nada é porque o óleo está frio, sendo assim mais indicado esperar até que essa amostra comece a borbulhar, mostrando que o óleo está no ponto.
Outro cuidado fundamental é nunca utilizar um óleo que já foi usado, principalmente em preparações de pratos salgados, pois a rabanada é um alimento delicado, que absorve facilmente o sabor de outros ingredientes, principalmente na hora de fritar.

Subtítulo 3

Rabanada Assada ou de forno

Também existe a versão assada ou de forno da rabanada, que tem um processo de preparo um pouco diferente do anterior.
Para preparar, o primeiro passo é separar uma parte do leite condensado para regar as rabanadas na hora de servir. Também é preciso deixar a forma que vai receber o alimento preparada. Para untar use margarina e adicione papel manteiga por cima.

Depois é só organizar as fatias de pão na forma e regar com uma mistura feita com todos os ingredientes líquidos, depois disso leve ao forno pré-aquecido a uma temperatura de cerca de 180° por um período de 20 a 30 minutos, dependendo da potência do forno. O importante é deixar as rabanadas douradas.

Depois desse processo no forno, basta retirar a forma no forno e transferir as fatias de pão assadas para o refratário que usará para servir. Com o alimento ainda quente, regue as rabanadas com o restante do leite condensado que já estava separado, e com canela.

Subtítulo 4

Ao Servir

Existe uma infinidade de alimentos que podem ser combinados com a rabanada na hora de servir. Alguns deles são as frutas in natura ou em calda. Se preferir dar um toque refrescante, invista em uma bola de sorvete servida ao lado ou bem em cima da rabanada.

ingredientes para fazer uma Rabanada de Natal

Como fazer a Rabanada de Natal Resultado da Rabanada de Natal

Pesquisar
Artigos Relacionados