Quanto ganha um bombeiro

links patrocinados

Quanto ganha um bombeiro

A profissão de bombeiro está entre uma das mais prestigiadas do Brasil, e não é para menos: estes profissionais atuam sempre em situações de risco, como incêndios, enchentes, acidentes, afogamentos e resgates em geral. Por isso, para se tornar bombeiro, o indivíduo precisa ser uma pessoa corajosa, sem medo de situações adversas das mais variadas.

Para se tornar um bombeiro, é preciso passar por treinamentos intensivos. Veja abaixo, como se tornar um destes profissionais e quanto ganha um bombeiro.

Formação necessária para um bombeiro

A atividade de bombeiro é regulada na esfera estadual. Em estados como Rio Grande do Sul e São Paulo, por exemplo, o corpo de bombeiros é vinculado à Polícia Militar.

Quanto ganha um bombeiro Salário de um bombeiro

Para iniciar na carreira, como soldado, é necessário ter Ensino Médio completo e passar por um curso realizado pela Escola de Bombeiros. Por outro lado, quem deseja ingressas na corporação como oficial tem que ser aprovado no vestibular e se formar no curso superior da Polícia Militar.

Em outros estados, como o Rio de Janeiro, os bombeiros não integram a Polícia Militar, mas são subordinados à Defesa Civil do estado. Neste caso, as vagas são disponibilizadas por meio de concurso público. Portanto, para se tornar um bombeiro, é preciso antes verificar se o órgão, em seu estado, se vincula à Polícia Militar ou a instituições civis.

Em ambos os casos, é possível se especializar após algum tempo, dedicando-se a atividades específicas, como, por exemplo, emergências médicas ou salvamento em alturas.

Bombeiros

Atuação de um bombeiro

Existem quatro áreas principais nas quais podem atuar os bombeiros: incêndios, ocorrências com produtos perigosos, salvamento em ar, água ou terra e resgate. No cotidiano do trabalho, as ocorrências mais comuns são aquelas relacionadas ao trânsito. Na segunda posição estão os incêndios, seguido pelos salvamentos. A atividade de bombeiro é realizada por turnos: estes profissionais trabalham por 24 horas ininterruptas, folgando 48 horas posteriormente.

Este é um trabalho que, antes de qualquer coisa, exige dom. A remuneração não é das melhores e o trabalho é estressante. O que motiva as pessoas a se tornarem bombeiros é a possibilidade de fazer algo extremamente relevante para a sociedade, salvando vidas e enfrentando riscos.

Corpo de bombeiros

Remuneração de um bombeiro

Devido ao caráter descentralizado da corporação, a remuneração de um bombeiro é variável, mudando de um estado para outro. Em São Paulo, por exemplo, a remuneração inicial bruta é de R$2049 em cidades com menos de 500 mil habitantes. Nas cidades maiores, a remuneração inicial é de R$2234.

No Rio de Janeiro, o salário inicial bruto é bem menor, de R$1031. Curiosamente, apesar do nível de desenvolvimento do estado, esta é a pior remuneração nacional para bombeiros.

Bombeiro- remuneração

Outros valores

O Distrito Federal é o local onde os bombeiros recebem a melhor remuneração no Brasil, de R$3453. Em segundo lugar está o estado de Foiás, com R$2711. Depois do Rio de Janeiro, a pior remuneração nacional é no Rio Grande do Sul, com salários brutos iniciais de R$1246. Minas Gerais está na nona posição, com R$2041.

Pesquisar
Artigos Relacionados