Procon: lista de sites não confiáveis

links patrocinados

Procon: lista de sites não confiáveis

Hoje, as compras pela internet já representam uma fatia considerável do comércio. É cada vez maior o número de pessoas que se aproveita das facilidades das compras online, nas quais é possível encontrar produtos que não estão disponíveis na cidade. Muitas vezes, devido ao volume de vendas e a um sistema eficiente de distribuição, os produtos vendidos em lojas online são, inclusive, mais baratos do que aqueles encontrados em lojas físicas, mesmo se levarmos em conta o valor do frete.

Contudo, as compras online também podem acabar se transformando em dor de cabeça. Isso porque, diferente das compras em lojas físicas, pode acontecer uma série de problemas, como demoras excessivas na entrega ou até mesmo produtos não enviados. Felizmente, nestes casos, são cada vez maiores as proteções ao consumidor. Alguns sistemas de pagamento online, como PayPal e PagSeguro, já oferecem alternativas de reembolso caso os produtos não sejam entregues.

Há também sistemas de proteção mais tradicionais, que também funcionam para as compras virtuais. É o caso do Procon, principal órgão brasileiro de defesa do consumidor. Frequentemente, o Procon divulga listas de sites que não podem ser considerados confiáveis para compras online. Na maioria dos casos, trata-se de lojas pequenas e pouco conhecidas. Entretanto, algumas gigantes do varejo já chegaram a ser notificadas pelo Procon devido a problemas em suas vendas online. Confira, abaixo, algumas lojas que não são consideradas confiáveis pelo Procon.

Lista do Procon: Sites não confiáveis fora do ar

Procon: lista de sites não confiáveis Confira Procon: lista de sites não confiáveis

As reclamações feitas no Procon, que servem como base para definir se um site é ou não confiável, geralmente costumam dar resultado. Basta acompanhar a lista completa oferecida pelo órgão para ver que a maioria dos sites não está mais no ar. É o caso, por exemplo, de lojas como Autenticase, Barato e Direto, Bininho Baby, Extra Clube, Família Eletro e centenas de outras.

Lista de sites não confiáveis

Lista do Procon: Sites no ar

Por outro lado, há lojas que estão na lista do Procon e continuam na atividade. Nesta lista, podemos mencionar Destinator, Eletro MM, Eletro Rezede, Economia da Mulher, iShop 21, Med Dental e muitas outras.

A relação completa de lojas consideradas não confiáveis pelo Procon pode ser encontrada na página oficial do órgão, em PDF. Para descobrir mais rapidamente se a loja em que você deseja comprar faz ou não parte da lista, é possível fazer uma busca rápida, digitando CTRL + F e, em seguida, colando o endereço virtual da loja.

Procon: lista de sites não confiáveis - saiba mais

Produtos

A lista do Procon é muito abrangente, incluindo lojas dos mais diversos segmentos, como eletroeletrônicos, suplementos alimentares, apostilas para concursos, perfumes, roupas e muito mais. A lista possui informações detalhadas sobre cada estabelecimento, como data de inclusão na lista do Procon, situação da página e nome do proprietário ou empresa que detém o site.

Confira Procon: lista de sites não confiáveis

Importante

Não é raro que, após uma série de reclamações, os proprietários fechem o site apenas para abrir outro com um nome diferente. Por isso, quando fizer suas buscas sobre estabelecimentos confiáveis, não se limite ao nome da empresa, pesquisando também os proprietários.

Pesquisar
Artigos Relacionados