Pintura no Rosto

Pintura no Rosto

Pintura no rosto

O ato de pintar o rosto surgiu no Egito Antigo, quando homens e mulheres pintavam os olhos com uma substância preta chamada Kohl, usada para evitar que as pessoas olhassem diretamente para o deus-sol. Na época Cleópatra também deixava sua pele mais clara ao se banhar com leite e cobrir o rosto com argila.

O ato de pintar o rosto ao longo dos séculos

Depois da queda do império romano, a maquiagem, que era tida como algo normal, foi praticamente extinta. Os homens consideravam a maquiagem como um artifício usado pelas mulheres para seduzir e também enganá-los, visto que sem a pintura as moças ficavam diferentes e muitas vezes não tão bonitas quanto quando estavam maquiadas. Durante a Idade Média a igreja foi a responsável por condenar o ato de se maquiar, que era considerado como sendo do mal e responsável por fomentar a luxúria e a impureza entre as mulheres.

Nas décadas seguintes a maquiagem passou por altos e baixos, ora sendo utilizada por pessoas da nobreza para se diferenciar dos mais pobres e se embelezar, ora sendo categorizada como bruxaria.

Sobre Pintura no Rosto

Somente no século vinte é que a maquiagem ganha a força e passa a ser aceita. Na época a indústria química passava por avanços, o que contribuiu para a fabricação de cosméticos, que logo começaram a ser usados por todo o tipo de público. Na década de vinte, mais especificamente em Paris, começaram a ser vendidos os primeiros batons em cartuchos e na década seguinte esta espécie de pomada se tornou febre entre as mulheres.

Maquiagem nos dias de hoje

A maquiagem é uma verdadeira febre nos dias de hoje e há algumas décadas é capaz de enlouquecer mulheres de todas as idades. Assim como a moda a maquiagem mudou ao longo dos anos e o que era considerado fashion ontem hoje já não é mais tão aceito. Atualmente existem maquiagens para todos os públicos e bolsos, visto que cada vez mais marcas de cosméticos surgem para completar o mercado.

Pintura no Rosto - maquiagem

As sombras, que na antiguidade possuíam poucas cores por conta do processo de fabricação – em que eram usados componentes naturais para dar tonalidade ao produto – hoje estão disponíveis nas mais diversas cores, entre tons fortes, fracos, metalizados, opacos, neon e pastéis. O blush, bastante utilizado em épocas passadas, permanece com força total, sendo que o vermelho e o rosa continuam a ser as cores mais comuns deste cosmético, bastante usado para conferir ar de saúde ao rosto e garantir que as mulheres fiquem mais elegantes e sofisticadas.

Na antiguidade o batom era produzido a partir da mistura de substâncias inusitadas como chifre de veado moído e mel e o produto era usado principalmente para proteger os lábios do ressecamento. Esta característica cabe hoje aos protetores labiais como manteiga de cacau, enquanto que os batons, cada vez mais coloridos, servem mesmo é para embelezar as mulheres e alegrar a maquiagem, deixando-a menos sóbria.

Pintura temática

O ato de pintar o rosto também pode estar relacionado com as pinturas temáticas, frequentemente presentes em festas infantis e em datas como o carnaval, em que pessoas saem nas ruas com as caras pintadas como animais ou com detalhes divertidos. Para fazer este tipo de pintura recomenda-se a utilização de tintas atóxicas e produtos antialérgicos, além de glitter.

Pintura no Rosto - como fazer Maquiagem Pintura no Rosto

Vídeo Pintura no Rosto

Confira alguns truques de maquiagem para a pintura no rosto

GD Star Rating
loading...
Pintura no Rosto, Nota: 4.0 de 5 com 3 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados