O Dia da Mulher

links patrocinados

O Dia da Mulher

O Dia da Mulher

O Dia Internacional da Mulher é comemorado oficialmente no dia 8 de março de todos os anos. Durante a semana varias manifestações e homenagens a mulher acontecem em todo o mundo. A Semana também é conhecida por Semana da Mulher. A data foi instituída na década de setenta pela Organização das Nações Unidas, a ONU.

O dia da mulher já é comemorado a muito tempo antes da ONU instituir oficialmente o dia 8 de março na década de setenta. A importância de se lembrar e homenagear as mulheres neste dia em especial é de ter em mente a desigualdade entre gêneros e todo o sofrimento ainda imposto a muitas mulheres ao redor do mundo.

O inicio das comemorações

Historicamente a primeira vez que o dia internacional da mulher foi comemorado data do ano de 1909. Quem fez esta celebração e organizou a homenagem foi o Partido Socialista da América. A iniciativa partiu para que o protesto que já havia sido realizado pelas condições de trabalho das mulheres fosse lembrado e ganhasse maior força.

A chamada Internacional Socialista promoveu, então, em 1910 a primeira grande conferencia internacional das mulheres, que aconteceu na cidade de Copenhague na Dinamarca. Nesta conferencia foi aprovado a institucionalização de uma data oficial para o dia internacional da mulher.

Foi também na data da comemoração do dia internacional da mulher um dos estopins que marcaram a grande revolução russa de 1917. As operarias da indústria têxtil faziam greve por conta da participação da Rússia na primeira grande guerra mundial.

Comemorar o Dia da Mulher

Apesar de oficialmente o dia internacional da mulher ser comemorado no dia 8 de março e ter a semana do dia 8 como semana da mulher, muitos dizem que todos os dias são o dia da mulher e assim devem ser lembrados. Muitos ganhos foram realizados pelas mulheres, como direito ao voto, igualdade social e algumas leis próprias como a Maria da Penha no Brasil.

Para que a igualdade entre os gêneros alcance seu ideal muito ainda há de se fazer, por isto deve-se comemorar todos os dias como Dia da Mulher. As homenagens a todas as mulheres no dia 8 de Março devem se entender ao dia a dia.

Mulheres de Areia

Mulheres de Areia

Cada novela produzida tem a chance de se tornar um grande fenômeno global ou de cair no esquecimento. De qualquer maneira, a probabilidade é praticamente igual para qualquer uma dessas duas opções, mas, quando a novela se torna um fenômeno, sempre fica aquela vontade de querer assistir um pouco mais da produção.

Revivendo a televisão

Pensando nesses telespectadores que acabam adorando as novelas, a Rede Globo deixou um espaço da sua programação especialmente para reprisar novelas que, na verdade, já acabaram, mas continuam sendo clássicos da televisão. Esse espaço é chamado de ‘Vale a Pena Ver de Novo’ e mostra episódios que já devem ter sido esquecidos há muito tempo.

Em 2011, o segundo semestre ficou por conta da produção ‘Mulheres de Areia’, que foi originalmente transmitida em 1993 no horário das 18h. No total, foram 201 capítulos e a novela veio depois de ‘Despedida de Solteiro’. Quando a trama terminou, a próxima atração foi ‘Sonho Meu’.

Pode-se dizer que ‘Mulheres de Areia’ é uma novela que realmente vale a pena ver de novo, pois essa já é a segunda vez que a novela está no horário especial da Globo para as suas reprises. A ocasião anterior foi em 1997, mas contou somente com 110 capítulos.

Trama central

Os principais atores que fazem parte do elenco de ‘Mulheres de Areia’ são: Glória Pires, Guilherme Fontes, Vivianne Pasmanter, Humberto Martins, Marcos Frota, Susana Vieira, Paulo Betti, Andréa Beltrão, Daniel Dantas, Karina Perez, Raul Cortez, entre outros. No caso da atriz Glória Pires, o seu papel foi interpretar duas pessoas diferentes: as gêmeas Ruth e Raquel.

A trama gira em torno, principalmente, do relacionamento das duas irmãs. Para começo de conversa, a personalidade das irmãs é divergente por colocar em cheque a noção de bem e mal: uma delas é boa, enquanto a outra é ruim.

Além do conflito entre as irmãs, elas disputam pelo amor do mesmo homem, mas por objetivos diferentes. Enquanto Ruth realmente quer ficar ao lado do bom moço, Raquel está interessada na fortuna que conquistará junto com o casamento. O nome da novela faz referência a um dos personagens, Tonho da Lua, que tem uma deficiência mental, mas consegue fazer esculturas de mulheres de areia.

Pesquisar
Artigos Relacionados