Nota Fiscal Paulista Consulta 2012

links patrocinados

Nota Fiscal Paulista Consulta 2012

Nota Fiscal Paulista Consulta 2012

A Nota Fiscal Paulista é um sistema que já ficou conhecido no Brasil todo. Através das compras realizadas pelo numero do CPF do comprador, ele acumula pontos que podem ser resgatados mais tarde na forma de dinheiro e ainda concorre a prêmios através de sorteios mensais. A Nota Fiscal Paulista também da descontos maiores em compras de determinados produtos.

Assim que o cidadão efetua uma compra ele informa ao prestador de serviços o numero de seu CPF ou o CNPJ de sua empresa, com isto este numero vai diretamente para o banco de dados da Secretaria da Fazenda, onde são armazenados os valores e a quantidade das compras realizadas com aquele CPF ou CNPJ.

Todos esses valores armazenados acabam voltando para o comprador na forma de credito e, estres créditos, abatidos de outros impostos como o IPVA, por exemplo. E todos os valores armazenados podem ser visualizados pelo cidadão que tem o seu CPF cadastrado, de modo fácil através da internet, ele faz a consulta de seus saldos.

Como funciona a consulta

A cada R$ 100,00 em compras o cidadão tem direito a um bilhete que ira concorrer aos prêmios sorteados. A Secretaria Estadual da Fazenda abre a consulta para bilhetes da Nota Fiscal Paulista, para que o cidadão verifique os bilhetes que irão concorrer a premiação.

Para consultar os cupons ou bilhetes disponíveis par ao sorteio é necessário entrar no site da Nota Fiscal Paulista na área de sorteios ou de consulta de cupons. Uma vez nesta área é exigido o numero do CPF da pessoa cadastrada e sua senha cadastrada no sistema, depois é só inserir os caracteres da imagem e então acessar os cupons.

Caso ainda não tenha uma senha cadastrada entre no site da Nota Fiscal Paulista, vinculado ao site da Secretaria Estadual da Fazenda, acesse o sistema da Nota no local indicado, depois é só inserir as informações requeridas e aderir ao regulamento.

Sorteio de Cupons

A premiação dos cupons sorteados pode chegar a cinquenta mil reais. Para ter direito a participação do sorteio é obrigatório a adesão ao regulamento, realizado na pagina oficial da Nota Fiscal, a consulta dos bilhetes é realizada exclusivamente mediante apresentação de CPF e Senha de adesão.

Nota Fiscal São Paulo SP

Nota Fiscal São Paulo SP

Sobre a Nota Fiscal São Paulo SP

Já estão liberados os créditos da Nota Fiscal Paulista que foram obtidos no segundo semestre de 2010. Para conferir seu saldo, acesse o site da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.

Os valores disponíveis podem ser transferidos para poupança ou conta corrente, utilizados para o pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) ou resgatados em dinheiro. No caso de pessoa jurídica, o resgate pode ser feito se o saldo for maior ou igual a R$25 e somente na forma de transferência para conta corrente ou poupança.

Depois de solicitado o resgate, até a quarta-feira da semana seguinte o valor ficará disponível no banco escolhido.

Números do programa Nota Fiscal São Paulo

Segundo a Secretaria da Fazenda, o montante liberado é de R$760,88 milhões, um recorde do programa, que começou devolvendo aos consumidores R$765 mil na primeira leva.

O programa do governo estadual de São Paulo já distribuiu aos consumidores R$ 3,3 bilhões desde que foi criado, em 2007. Entretanto, o saldo acumulado que espera por resgate chega a R$ 2,1 bilhões, considerando somente as notas fiscais emitidas até agosto de 2010.

Existem hoje quase 11 bilhões de participantes cadastrados no programa e 678 mil estabelecimentos comerciais que já registraram mais de 12,8 bilhões de documentos fiscais desde o início do programa.

Combate à sonegação

A Nota Fiscal Paulista é um programa que devolve parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ao consumidor. O programa tem como principal objetivo diminuir a sonegação fiscal, o que de fato parece estar acontecendo, uma vez que a arrecadação aumentou consideravelmente nos últimos anos. No setor de alimentação, por exemplo, o incremento chegou a 35%. No varejo, a média é de 23% de aumento.

Para acumular créditos é preciso exigir a Nota Fiscal Paulista, informando seu CPF. O consumidor também pode pegar a nota fiscal sem CPF e doar a entidades de assistência social ou de saúde. Os créditos são liberados duas vezes ao ano, nos meses de abril e outubro.

Os créditos gerados pelo sistema correspondem a 30% do ICMS recolhido pelos estabelecimentos. Quem pede a inclusão do CPF na nota, portanto, recebe um valor proporciona a sua compra.

Pesquisar
Artigos Relacionados