Faixa de Gaza

links patrocinados

Faixa de Gaza

Faixa de Gaza

O território da Faixa de Gaza

O território da Faixa de Gaza é relativamente pequeno, estreito, com 41 quilômetros de comprimento e entre 6 e 12 quilômetros de largura, compondo uma área de 365 quilômetros quadrados. A Faixa de Gaza se localiza no Oriente Médio, e faz a fronteira com o Mar Mediterrâneo, o Egito e Israel.

A população da Faixa de Gaza, cerca de 1,7 milhões de pessoas, é composta por grande parte de refugiados palestinos que foram para a Faixa de Gaza durante o êxodo palestino, após a 1ª Guerra Árabe-Israelense. Por conta disso, o país possui uma das maiores taxas de crescimento demográfico – cerca de 3.2% ao ano, a sétima maior taxa do mundo – e é uma das regiões com maior densidade populacional do mundo.

Por conta da grande quantidade de pessoas em um pequeno espaço geográfico, que não é favorável à produção de alimentos, a escassez de água e a falta de indústrias faz com que a qualidade de vida seja baixa.

Faixa de Gaza ainda tem dificuldades para se recuperar da “Operação Chumbo Fundido”

Conflitos na Faixa de Gaza

Em 2008, a partir do dia 27 de dezembro, em que acontece o sexto dia da Festa Judáica, Hanucá, Toda a Faixa de Gaza sofreu um ataque militar da Força de Defesa Israelense, e o acontecimento ficou conhecido como o Massacre de Gaza. Essa invasão ao território pertencente à Palestina tinha o objetivo de interromper os ataques de foguetes caseiros no sul de Israel.

No entanto, esse ataque de foguetes ocorreu pois Israel não cumpriu o trato de suspender o bloqueio à Faixa de Gaza. Este conjunto de eventos causou prejuízos enormes para a população e para o território. Até hoje, por falta de infraestrutura e investimento da Palestina, a Faixa de Gaza não conseguiu se recuperar dos prejuízos causados.

Localizacao da Faixa de Gaza

O conflito entre Israel e Palestina, dentro da Faixa de Gaza, no entanto, teve início bem antes, em 1967, na chamada “Guerra de Seis Dias”. A partir de então passou a ocorrer uma série de tréguas e ataques pela falta de um consenso entre as nações.

Faixa de Gaza é cercada por muralhas

Tanto Israel como Egito estão construindo barreiras entre a Faixa de Gaza e os respectivos países. O Egito passou a construir uma barreira subterrânea de aço para impedir que os produtos importados pela Faixa de Gaza – desde pequenos objetos até automóveis, cerca de 80% de tudo que é importado – passe através dos túneis subterrâneos de maneira clandestina.

Características populacionais passam a se consolidar na Faixa de Gaza

Populacao da Faixa de Gaza

Tanto na religião, como no idioma utilizado, a Faixa de Gaza tem entrado em uma homogeneização, constituindo uma maior relação populacional interna. A maioria da população atual é muçulmana, enquanto o idioma mais falado é o árabe. Falar hebraico, atualmente, não é bem visto pela população, de forma que o ensino não tem mais transmitido o hebraico, mas sim o inglês para os jovens.

Economicamente, a Faixa de Gaza passou a se reconstruir apenas a partir de 2011, em que o nível de desemprego passou a cair, enquanto o PIB teve um pequeno aumento. No entanto, estruturalmente, o território possui muitos danos pelos conflitos constantes.

Faixa de Gaza em 2013 Conflito na Faixa de Gaza

Pesquisar
Artigos Relacionados