Economia Brasileira

links patrocinados

Economia Brasileira

Economia Brasileira

O Brasil é um país que vem há anos em ascensão. Seu crescimento econômico é visível e notório não apenas para quem está dentro do país, mas também para governantes e empresários de todo o mundo.

Pouco a pouco a economia do Brasil foi se firmando, sua dívida externa diminuindo a temida inflação mantida em um nível aceitável.

Sobre o Brasil e a economia brasileira

O Brasil é o maior e mais rico país da América Latina e a possui a segunda maior economia das Américas, ficando apenas atrás da toda poderosa nação dos Estados Unidos da América. Essa estabilidade em sua economia faz com que o país seja bem visto por membros importantes dos países desenvolvidos ou dos chamados países de primeiro mundo, ou ainda das grandes potências.

Indices da Economia Brasileira

Se antes as grandes potências só olhavam para cá atraídos pela nossa floresta e por curiosidade por nos achar exóticos, hoje a imagem mudou. Somos vistos como uma potência em rápido crescimento, um país bom para investir e fazer moeda estrangeira circular. É bom investir em um país como o Brasil, pois é um local onde o retorno, mão de obra e consumo crescem a cada minuto em um piscar de olhos. A economia brasileira não para de procurar um só segundo, vez ou outra desacelera para não tropeçar nas próprias pernas, mas cresce a olhos nus.

Moeda em circulação

PIB Brasileiro

Se o setor industrial dá uma freada nos últimos tempos, para se resguardar de possíveis crises mundiais e não sofrer tanto impacto como a última grande crise como a de 2008. Outros setores parecem crescer descontroladamente e fazer a moeda circular na praça de forma abundante, quais? Construções, imobiliário e o comércio de bens e consumo.

O Brasil passa por um boom imobiliário em diversas regiões do país, mas, principalmente as regiões sudeste e nordeste parecem estar sedentas de novos investimentos imobiliários. O aumento nesse setor é tão grande que falta mão de obra suficiente para suprir a demanda da área. Já o setor de bens e consumo, o comércio é o setor que não para nunca de crescer e é o que mais faz a moeda corrente do país circular.

Podemos dizer que é o comércio, o quanto a população está gastando é o termômetro para se medir a economia brasileira. Quando o comércio não vende é um sinal vermelho para que medidas e ações econômicas sejam tomadas. Reduções de juros, IPI, pagamento de menos impostos e taxas tudo é feito e pensando para que o consumidor final não sinta o peso no bolso e não deixe de movimentar o dinheiro no mercado.

Um novo perfil de consumidor

Moeda Brasileira

Outro dado interessante que é possível notar na economia é que o perfil do brasileiro e do consumidor brasileiro mudou! Hoje temos uma nova classe C e, essa nova classe C, que faz movimentar a nossa economia. Uma população que consome mais, que tornou-se mais exigente com o que consome, que em mais acesso a informação, as facilidades de crédito e que gosta de cumprir com seus compromissos.

Esse novo público que faz os comércio borbulhar em datas comemorativas, que esvazia pátios de concessionárias quando há oferta de veículo, facilidades de compra e redução de IPI para aquisição de automóveis e que tem realizado o sonho da casa própria. Setores da indústria voltados a produção de bens de consumo já perceberam a quem são seu novos consumidores e estão cada vez mais trabalhando para atraí-los e fidelizá-los. A população das classes A e B somam um outro público consumidor, que gasta mais com turismo e compras no exterior.

O brasileiro tem viajado mais dentro e fora do país. Tem adquirido produtos de luxo, o que atraí investidores do segmento de fora para cá. E com mais investidores estrangeiros, mais capital e moeda ‘gringa’ entra para os nossos cofres.

Turismo a bola da vez

O turismo é outro setor que movimenta bem a economia brasileira, principalmente, em épocas festivas como final de ano e carnaval. Mas engana-se quem pensa que nas demais épocas do ano o setor para. O nordeste do país atrai turista, em especial os europeus, o ano inteiro, a região está nas principais rotas de destino e o clima agradável e sol de janeiro a dezembro é o principal atrativo.

Se você pensa que os eventos esportivos são apenas acontecimentos banais e que em nada irá mudar o país, está enganado. Mais ainda se acredita que a vinda da Copa do Mundo e das Olimpíadas para cá foi por acaso. Esses eventos vão movimentar como nunca a economia, gerar inúmeros empregos. Acelerar o crescimento de diversos setores e ser o teste de fogo para que o Brasil e o Mundo saibam até onde o país pode ir. Tais eventos poderão abrir inúmeras portas importantes e fazer com que o país entre de vez para o seleto hall das grandes nações ou fique de vez por mais alguns muitos anos no banco de reserva.

Exportacoes no Brasil Movimentacao da Economia Brasileira

Pesquisar
Artigos Relacionados