DPVAT 2011

links patrocinados

DPVAT 2011

DPVAT 2011

O seguro de Danos Pessoas Causados por Veículos Automotores de Via Terrestres, conhecido pela sigla DVTA, é um seguro obrigatório que deve ser pago todos os anos pelos proprietários de veículos no país. este taxa é cobrada juntamente ao IPVA. Ele precisa ser renovado todos os anos, e quando o dono não realiza o pagamento, o carro esta é situação irregular.

Uso DVAPT 2011

O DVAPT é utilizado em todos os casos aonde acontecem acidentes que envolvem automóveis, seja com pedestres, ciclistas ou outros carros. Ele é considerado um direito da vítima ou ainda de sua família.

Este tipo de seguro tem como base a pagamento de “danos pessoais”, ou seja, ele não realiza o pagamentos de eventuais problemas materiais que foram causados pelo acidente. Nestes casos, o proprietário precisa possui um seguro privado que irá reparar todos os danos que o automóvel sobre.

O DVAPT pode ser utilizado em qualquer situação onde a vítima sofreu despesas devido ao atendimento médico ou ainda possui invalidez permanente. Ele ainda pode ser pago à família de pessoas que perderam um familiar em acidentes de transito.

Renovação DVAPT

Este tio de seguro precisa ser pago todos os anos quando o IPVA é emitido e enviado ao proprietário. O pagamento acontece em parcela única. Nos casos do IPVA parcelado, ele é cobrado como a primeira parcela do pagamento. O valor de cobertura do DVPAT corresponde ao tipo de veículo. No carro de motocicletas e caminhões ele é mais alto, uma vez que estes são mais propensos a acidentes graves.

Indenização DVPAT

Qualquer pessoa que tenha sofrido um acidente de transito ou ainda os familiares de alguém que morreu nestas condições podem pedir uma indenização do DPVAT. Basta ter todos os documentos necessário e encaminhar o pedido. Este tipo de seguro costuma ser pago rapidamente para evitar o desgastes da pessoa.

DPVAT

Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Este é o nome completo do DPVAT, o seguro obrigatório que é pago por todos os proprietários de veículos no Brasil. A taxa é recolhida junto com o IPVA e, se não for paga, o veículo não é considerado licenciado.

Abrangência do DPVAT

Apesar de ser cobrado das pessoas que possuem automóveis, o DPVAT cobre também acidentes com pedestres ou ciclistas, desde que haja um automóvel envolvido no acidente.

É importante frisar que o nome do seguro enfatiza os “danos pessoais”. Portanto, não há cobertura de danos materiais causados por acidentes ou roubos de veículos. Nestes casos, o dono do automóvel precisa possuir um seguro próprio. A cobertura do DPVAT diz respeito a situações como morte, invalidez permanente ou despesas com atendimento médico.

Pagamento do DPVAT

O seguro deve ser pago anualmente, no momento em que é paga primeira (ou única) parcela do IPVA. No site do seguro é possível conferir todos os locais de pagamento disponíveis.

O valor do pagamento varia de acordo com o tipo de veículo. Motocicletas pagam um valor quase três vezes maior do que carros, por exemplo, por serem veículos mais sujeitos a acidentes graves.

Como solicitar uma indenização

Se você foi vítima de acidente e deseja solicitar uma indenização do DPVAT, basta levar toda a documentação necessária a um dos pontos de atendimento do DPVAT. É importante frisar que cada tipo de acidente pode exigir uma documentação diferente. Todas estas informações, incluindo os pontos de atendimento mais próximos de você, estão disponíveis no site do DPVAT.

Antes de iniciar qualquer processo de indenização, é muito importante que se verifique, na página do DPVAT, o que o seguro cobre e o que não cobre. Se você já deu entrada em um pedido de indenização, acesse o menu “Consulta a Andamento de Processo” e forneça as informações solicitadas para saber quando sua indenização será paga.

Pesquisar
Artigos Relacionados