Desenvolvimento Sustentável

links patrocinados

Desenvolvimento Sustentável

Desenvolvimento Sustentável

A definição mais simples de desenvolvimento sustentável é a fórmula de equilíbrio entre progresso econômico e a manutenção dos recursos naturais. Ou seja, é investir ao máximo na produção de bens de consumo que não afetam o futuro negativamente através do uso desenfreado de matérias primas.

Se cada indivíduo tiver a consciência da importância desse conceito, fica mais fácil de também influenciar grandes empresas, que em muitos casos não dão a atenção devida sobre a responsabilidade da parcela de poluição mundial que produz.

Como atingir

Além das pessoas se informarem sobre o desenvolvimento, é preciso tomar atitudes para que isso realmente seja possível – começando com você e onde você mora. Alguns exemplos incluem: incentivar a reciclagem no seu condomínio e a coleta seletiva na sua cidade, promover atividades informativas sobre meio ambiente, participar de palestras e oficinas ou convidar ainda mais pessoas para participar.

Além disso, que de certa forma ainda está mais no lado informativo do que prático, é possível: fazer uma lista de produtos que prejudicam o meio ambiente e utilizar substitutos (como os desodorantes aerosóis, por exemplo, que podem ser substituídos pelo em gel, creme, entre outros). Não desperdiçar água ou deixar luzes e eletrônicos desnecessariamente ligados. Utilizar meios de renovação de energia (como painel solar) ou reutilizar água (sistemas de captação, para usar água do banho para lavar o carro, por exemplo). Evitar imprimir papéis, se você pode resolver de forma digital – caso não seja possível, opte pelo papel reciclado.

Conseqüências

Se continuarmos em um ritmo desenfreado de consumo, sem pensar em como utilizamos os recursos e ainda contaminando o pouco que resta, poderemos acabar com a água potável até o final do próximo século. Os combustíveis fósseis (como é o caso do petróleo, fonte de energia para a maioria dos serviços industriais hoje), provavelmente também se esgotariam perto desse período. Opções de energia como a eólica (aproveita a potência do vento), solar (radiação do sol resulta na produção de calor ou eletricidade) e a hidráulica (potência gerada a partir da água) são limpas e geram pouco ou quase nenhum impacto ambiental, entretanto ainda são consideradas caras.

Com a popularização desses métodos, com investimentos de indústrias nas pesquisas de implementação e com a exigência de que os impactos ambientais sejam reduzidos, é possível sim que haja um desenvolvimento sustentável não apenas individualmente, mas coletivamente. Atualmente, o Hemisfério Norte (onde estão localizadas as principais potências mundiais em questão de produção industrial, como é o caso dos Estados Unidos, Inglaterra, China, Japão, Rússia e Índia), consomem mais de setenta por cento da energia e dos metais produzidos no mundo, bem como oitenta e cinco por cento da madeira (um impacto considerável ao desmatamento).

Por esses motivos, também é preciso capacitar e conscientizar os países considerados “em desenvolvimento” – para que não sigam o mesmo caminho. Se há investimento desde já para formas de energia renovável serem utilizadas em escala industrial, será possível manter os recursos naturais por um tempo muito maior e atingindo efetivamente o desenvolvimento sustentável aos poucos.

Fotos

Confira Fotos do Desenvolvimento Sustentável:

Desenvolvimento sustentávelDesenvolvimento sustentável
SustentabilidadeSustentabilidade
Sacolas ecológicas são meios de colaborar com o desenvolvimento sustentávelSacolas ecológicas são meios de colaborar com o desenvolvimento sustentável

Pesquisar
Artigos Relacionados