Crise financeira – tudo sobre a crise financeira mundial

Crise financeira – Tudo sobre a Crise Financeira Mundial

Quando um lar passa por problemas financeiros, os integrantes desta família precisam apertar os cintos e diminuir os gastos, sendo cortadas despesas supérfluas. As contas são analisadas e refeitas a fim de se entender onde foram feitos os excessos, em quais pontos precisam se controlar e até em quanto tempo as dividas serão sanadas. Depois de vários cálculos e vários acordos, é colocado em pratica um plano familiar de economia.

Quando problemas financeiros são enfrentados pelo mundo todo, é mais ou menos isso que acontece, porém em proporções muito maiores. Todas as pessoas dos países que enfrentam a crise e os visinhos precisam se unir e poupar, a fim de reduzir gastos e pagar as dívidas. Há a organização de projetos que tendem a frear gastos, e existem também empréstimos realizados por outros países a fim de salvar a economia dos países em crise.

Crise economica

Sobre a Crise Financeira Mundial

Uma crise se constitui na quebra dos sistemas financeiros de um país ou de uma instituição, e, sobretudo na crise mundial uma quebra de países desenvolvidos possui muito impacto e é levado em consideração por todos os países do Globo. Uma crise na proporção de mundo afeta todos os países do Globo, inclusive porque para pagar as dividas destes países é necessário um empréstimo que supera todos os empréstimos efetuados pelos paises subdesenvolvidos.

Com uma crise de nível global, empresas precisam ser fechadas e funcionários precisam ser mandados embora, sem contar com a exportação e importação que ficam comprometidas. Não há como manter os lucros e acabam pela necessidade de enxugar as despesas e depender o quanto menos de gastos excessivos. Com isso a população se revolta e greves são incitadas, porque a população não quer ficar sem emprego e nem sem renda durante um período de alimentação escassa.

Crise financeira

Etapas que Desencadeiam uma Crise

Para entender melhor uma crise, foram analisados cinco pontos:

A velha novidade: o que acontece não é uma nova crise, a cada quebra, e sim uma extensão do que já ocorreu no passado. Quando uma crise tem inicio, ela apenas aumenta de proporção com o passar do tempo, havendo maquiagens esporádicas de seus danos e aumentando-os com o passar do tempo.

Endividamento da Europa: os países europeus quando atingem níveis elevados de divida, acabam pedindo ajuda ao Fundo Monetário Internacional e a Zona do Euro. Porém, isso acarreta um maior freio com relação aos gastos, além de demissões em massa, falência de empresas e aumento dos impostos, e isso faz com que a população se revolte e sejam decretadas guerras civis.

Quebra financeira mundial

Estados Unidos em desespero: com uma maior injeção de créditos a empresas para salva-las, o país acaba por se endividar ainda mais e gera divida em cima de divida, perdendo sua autonomia e afetando os paises que dependem dos EUA, isto é, exportadores, importadores e todo o mercado mundial.

Maior fragilidade dos bancos: quem investe em bancos como os da Europa e dos Estados Unidos, passa a correr riscos porque não se sabe ao certo o quanto se perde quando a bolsa não atinge índices satisfatórios.

O mundo para numa crise: quando uma crise de proporção mundial se dá, todos os paises do Globo sofrem seus impactos, inclusive o Brasil, porque embora tenha lucros próprios ainda depende e muito dos paises desenvolvidos.

Crise Global Dinheiro mundial

GD Star Rating
loading...
Crise financeira - tudo sobre a crise financeira mundial, Nota: 4.6 de 5 com 31 votos
Pesquisar
Artigos Relacionados