CPTEC Clima

links patrocinados

CPTEC Clima

CPTEC Clima

Acompanhar a previsão do tempo para muito é um hábito, pois através delas é possível planejar viagens, saídas ou até mesmo o dia a dia. Mas para realizar essa previsão, é necessário contar com espaço e equipamentos adequados, além de funcionários especializados. Este é o caso do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), que a cada ano procura se modernizar e assim avançar nessa área, permitindo que as previsões sejam cada vez mais precisas e com mais qualidade.

Aparelhos

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) pertence ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e é o que é levou o Brasil a avançar tecnologicamente no campo das previsões meteorológicas.

Através de aparelhos de tecnologia avançada como o CRAY XT6, as previsões tornam-se mais precisas e amplas, sendo possível captar com melhor qualidade de imagem assim como melhorar os dados recebidos relacionados não só a previsão do tempo, mas também a qualidade do ar e de tornar mais precisas as projeções relacionadas às mudanças climáticas.

Com a inserção de novos aparelhos, alguns aperfeiçoamentos devem ser realizados buscando também gerar uma previsão com um tempo de antecedência maior, da mesma forma que pode antecipar previsões sobre chuvas ou eventos com maiores proporções de forma mais precisa e confiável para todo o país

O CPTEC

Desde 1995, o CPTEC é o centro de previsão de tempo e clima mais avançado da América Latina, fornecendo dados tanto de curto e médio prazo, além de realizar previsões climáticas de alta precisão.

Sempre contando com supercomputadores e profissionais especializados, o Centro tem a capacidade de realizar bilhões de operações aritméticas a cada segundo, auxiliando assim para que as previsões sejam mais exatas possíveis.

A união do conhecimento de seus profissionais com equipamentos modernos proporciona ao CPTEC uma credibilidade maior nas previsões de tempo e de clima, ficando no mesmo patamar que as previsões de países com maior desenvolvimento.
Para manter esse nível, os funcionários passam por capacitações no país e também no exterior, com o objetivo de motivar novas descobertas no campo do conhecimento científico e de desenvolver cada vez mais novas tecnologias.

Informações

Mas para que todas as informações cheguem aos computadores e assim seja disseminada para todo o sistema recebe dados provenientes de dois satélites: o Meteosat e o Goes, que pertencem a duas redes sendo uma mundial e as outras nacionais, estas últimas estão sob a responsabilidade do Instituto Nacional de Meteorologia do Ministério da Agricultura (INMET).

Além desses satélites, outras informações vindas de outros meios também são importantes como as da Diretoria de Eletrônica e Proteção ao Vôo do Ministério da Aeronáutica (DEPV), Diretoria de Hidrografia e Navegação do Ministério da Marinha (DHN), além de dados meteorológicos vindos de centros estaduais e internacionais.

De todos os satélites nacionais, o SCD-1 é apontado como um dos mais importantes, pois o mesmo tem a capacidade de colher dados ambientais, desempenhando assim papel importante na obtenção de elementos essenciais para a à pesquisa meteorológica do INPE.

INPE

Um dos principais objetivos do INPE é a de produzir ciência e tecnologia para a área espacial e também para o ambiente terrestre, procurando oferecer serviços que beneficiem o país.

Com sede em São José dos Campos, em São Paulo, o instituto ainda conta com diversas unidades pelo país, todas procurando desenvolver pesquisas nas áreas de Ciências Espaciais e Atmosféricas, Engenharia e Tecnologia, Meteorologia e Mudanças Ambientais Globais.

Fotos

Confira Fotos da CPTEC Clima:

CPTEC ClimaCPTEC Clima
Interior do CPTECInterior do CPTEC
Imgens obtidas pelo CPTECImgens obtidas pelo CPTEC

Pesquisar
Artigos Relacionados