Como tratar sensibilidade dentária

links patrocinados

Como tratar sensibilidade dentária

Dentes sensíveis são um problema muito mais comum do que se imagina. De acordo com um estudo recente, publicado nos Estados Unidos, cerca de uma entre cada oito pessoas tem sensibilidade nos dentes em algum grau, ou seja, 12,5% da população mundial. A causa mais comum da sensibilidade dentária é o desgasta no esmalte dos dentes, que deixa a parte interna do dente mais vulnerável a fatores externos.

Na maioria dos casos, a sensibilidade dentária é tratável, com substâncias prescritas por dentistas. Curiosamente, muitas pessoas que têm sensibilidade dentária acabam não procurando um dentista, devido ao caráter esporádico da dor. Conheça, abaixo, alguns dos sintomas da sensibilidade dentária, como evitá-la e, se necessário, qual é o tratamento adequado.

Sintomas da sensibilidade dentária

Como tratar sensibilidade dentária Saiba Como tratar sensibilidade dentária

Se você já mordeu um pedaço de sorvete e, na mesma hora, sentiu uma dor intensa, mas que passou rapidamente, este é um caso clássico de sensibilidade dentária. Quem possui este problema dificilmente conversa com um dentista, pois as “crises” de dor são passageiras e esporádicas. Em casos mais graves, a pessoa pode sentir dores até mesmo durante a escovação. Mas, como a dor passa após o término do processo, quem tem sensibilidade acaba não se preocupando.

A sensibilidade dentária pode ser desencadeada por uma série de fatores, como alimentos frios ou quentes, bebidas ácidas e utilização de fio dental e diversos outros. A maioria dos casos de sensibilidade ocorre devido à perda do esmalte, o que deixa as células nervosas dos dentes muito mais expostas a mudanças de temperatura e acidez da boca.

Como tratar sensibilidade dentária - saiba mais

Tratamento da sensibilidade dentária

A sensibilidade dentária pode ser tratada por um dentista através da aplicação de flúor, o que ajuda a restaurar o esmalte e proteger a raiz do dente. Geralmente, o bochecho com flúor em casa pode resolver o problema. Entretanto, este deve ser um tratamento de longo prazo. É comum que as pessoas abandonem o bochecho após uma ou duas semanas, por não perceberem resultados claros. Contudo, é necessário pelo menos um mês com bochechos disciplinados para que os dentes comecem a se fortalecer de fato.

Às vezes, também é recomendada a aplicação de flúor em consultórios, no formato de gel. Cada pessoa demandará um tratamento diferente, por isso, é muito importante consultar seu dentista antes de iniciar qualquer tratamento.

Conheça Como tratar sensibilidade dentária

Prevenção

A prevenção é, certamente, a melhor maneira de lidar com a sensibilidade dentária. Com hábitos simples, podemos tornar nossos dentes muito mais resistentes. Uma dica importante é utilizar escovas macias, com pontas arredondadas. É preciso evitar a escovação com muita força, pois ela pode danificar o esmalte do dente.

Os alimentos ácidos também não são muito recomendados para quem tem sensibilidade dentária, principalmente sucos de frutas como abacaxi e limão. O vinagre, neste caso, também deve ser evitado.

Sensibilidade dentária

Clareamento

Os produtos para clarear os dentes também podem causar danos ao esmalte, caso sejam utilizados sem acompanhamento. Por isso, evite as pastas de dentes que prometem milagres, ou soluções feitas em casa com produtos como o bicarbonato de sódio.

Pesquisar
Artigos Relacionados