Como tratar a dermatite canina

links patrocinados

Como tratar a dermatite canina

Os cães são excelentes companheiros em todas as fases da vida. Os animais domésticos trazem diversos benefícios para as pessoas, mas também necessitam de alguns cuidados. Apesar de toda nossa atenção com higiene e alimentação, há sempre a possibilidade de que os animais fiquem doentes. Um dos males mais comuns é a dermatite canina, um problema que tem fácil tratamento, mas pode se complicar caso não haja cuidados na fase inicial da doença. Abaixo, saiba o que é a dermatite canina e como tratá-la da maneira correta.

O que é a dermatite canina

O termo “dermatite” é utilizado para caracterizar uma série de problemas que podem afetar a pele dos cães.

Como tratar a dermatite canina Dermatite canina

Em linhas gerais, a dermatite pode ser atópica ou de contato. A dermatite atópica afeta cerca de 10% dos animais e tem um forte caráter genético. Algumas raças, como Labrador, Dálmata, Poodle e Lhasa Apso, dentre várias outras, são naturalmente mais suscetíveis ao desenvolvimento da dermatite atópica.

A dermatite de contato, por sua vez, é causada por produtos químicos ou qualquer outra substância que cause alergia ao animal. A dermatite de contato, como o próprio nome sugere, costuma acontecer em partes do corpo onde há pouca proteção, como queixo, joelhos, nariz e patas. Um único contato com a substância que causa alergia já pode ser suficiente para o desenvolvimento da dermatite de contato.

Saiba Como tratar a dermatite canina

Sintomas da dermatite canina

A dermatite de contato costuma ter como principais sintomas a perda de pelo na região afetada, vermelhidão da pele e desenvolvimento de crostas, o que pode levar algumas pessoas a confundir este problema com a sarna.

A dermatite atópica, por sua vez, é um pouco mais difícil de ser percebida. Isso porque, geralmente, é preciso uma longa exposição à causa da alergia para que a dermatite possa ser percebida com clareza. Inicialmente, o cão começa a arranhar suas orelhas e a parte de baixo do corpo. Após algum tempo, começam a surgir escoriações, descamação e perde de pelo na área afetada. Há também mudanças no ouvido do animal, que começa a produzir uma cera diferente, de tom castanho, que pode causar inflamação dos canais auditivos.

Conheça Como tratar a dermatite canina

Tratamento

O tratamento ideal para a dermatite, em longo prazo, é remover de casa os produtos que estejam causando a reação alérgica. Muitas vezes é difícil ter certeza do que realmente está causando a alergia. Também é comum que os cães que têm dermatite sejam alérgicos a diversos produtos, o que dificulta ainda mais a identificação das causas.

O tratamento inicial é feito com banhos semanais, que geralmente não exigem qualquer produto além dos convencionais. Uma boa dica é incluir farinha de aveia na água do banho, que possui um efeito calmante. É importante também escovar bem o animal, para remover sujeiras menores do pelo, como poeira.

saiba Como tratar a dermatite canina

Prevenção

Se a dermatite do cão retornar, é preciso ficar atento ao que pode estar causando o problema no animal. A prevenção é a única forma de eliminar de vez a dermatite canina. Se o animal fica em um quintal, assegure-se de que não existam plantas potencialmente alergênicas, como urtiga.

Pesquisar
Artigos Relacionados