Como escolher o Anticoncepcional

links patrocinados

Como escolher o Anticoncepcional

Os anticoncepcionais são um dos métodos utilizados para controlar a natalidade, além de ser um dos melhores métodos de prevenção contra gravidez indesejada. Criado nos anos 60, a margem de segurança das pílulas anticoncepcionais é de 99%, o que torna este método contraceptivo o mais seguro de todos. Os anticoncepcionais contêm dois hormônios, o estrógeno e a progesterona, que atuam inibindo a ovulação e por consequência, a gravidez. Mas vale ressaltar, que para que a eficácia seja assegurada, a mulher deverá toma-lo todos os dias, de preferência no mesmo horário. O ciclo de cada pílula anticoncepcional é de vinte dias, com uma pausa de sete. No início do uso deste método anticoncepcional, dores de cabeça, depressão, náuseas, dores nos seios e sangramentos irregulares podem acontecer, mas eles tendem a diminuir e cessar após alguns meses. As pílulas anticoncepcionais também são usadas em alguns tratamentos ginecológicos, como ovários policísticos, cólicas, endometriose e tensão pré-menstrual e ainda são utilizadas no tratamento contra acnes.

Como escolher o anticoncepcional

Como escolher o Anticoncepcional Saiba Como escolher o Anticoncepcional

Mas, apesar de usar anticoncepcionais, vale ressaltar que é muito importante utilizar a camisinha. É ela quem vai protege-lo das inúmeras doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, herpes genital e a sífilis. A eficácia das camisinha é de 98 a 99%.

Confira Como escolher o Anticoncepcional

Tipos de anticoncepcionais

Todos os métodos contraceptivos existentes têm como principal objetivo evitar o encontro entre o óvulo e o espermatozoide. O que irá diferenciar estes métodos é a maneira como cada uma irá atuar no organismo. Um dos métodos anticoncepcionais, são os implantes subcutâneos, os anéis vaginais e os adesivos, que liberam hormônio durante todo o mês. Estes tipos de contraceptivos são recomendados especialmente para aqueles que esquecem de tomar as pílulas todos os dias e nos horários certos. Uma das vantagens do DIU de progesterona é que geralmente o fluxo menstrual tende a diminuir e até mesmo a desaparecer. Além disso, o produto só é trocado a cada cinco anos e pode ser usado até mesmo por mulheres que estão amamentando.

Como escolher o Anticoncepcional - saiba mais

Confira mais

Vale ressaltar que ele não deve ser utilizado por pacientes com suspeita de câncer ginecológico ou que já tiveram infecções pélvicas. A eficácia deste método é de 99,5%. Já o implante de progesterona é um anticoncepcional hormonal, implantado sob a pele na região do braço. Na maioria dos casos, este método acaba por suspender a menstruação e ainda consegue acabar com as dores e cólicas. Ele não é indicado para mulheres que tenham menstruação irregular. Já as injeções hormonais funcionam como uma pílula anticoncepcional. Elas devem ser tomadas uma vez por mês e tem o objetivo de manter a menstruação regular. Os adesivos por sua vez, precisam ser mudados a cada sete dias, durante três semanas consecutivas. Depois disso, deve-se parar a sua aplicação por sete dias para que a menstruação aconteça. O diafragma é colocado pela própria mulher, pelo menos meia hora antes da relação sexual dentro da vagina. Vale ressaltar que este pequeno anel deve ser retirado oito horas depois do ato sexual.

Saiba Como escolher o Anticoncepcional

Como escolher o anticoncepcional

Antes de adotar o uso de pílulas anticoncepcionais ou de algum método contraceptivo é de suma importância procurar o auxílio de um ginecologista. Este cuidado é importante porque existem diversos métodos contraceptivos e somente um médico poderá identificar o tratamento adequado para o seu organismo.

Pesquisar
Artigos Relacionados