CFN Marinha

links patrocinados

CFN Marinha

CFN Marinha

Sobre o CFN Marinha

A sigla CFN significa Corpo de Fuzileiros Navais, e faz parte da Marinha do Brasil. O CFN está presente em toda a extensão do território nacional, até mesmo nas faixas litorâneas e nas zonas ribeirinhas do Pantanal e da Amazônia.

A função do Corpo de Fuzileiros Navais é de lutar pelo Brasil em época de conflito e ajudar na segurança e auxílio das populações carentes. Ele também atua fora do país, guardando a embaixada do Brasil no Haiti, Bolívia, Argélia e Paraguai.

História do CFN Marinha

O CFN tomou o lugar da antiga Brigada Real da Marinha. O Corpo dos Fuzileiros Navais participou de algumas das mais importantes batalhas do nosso país, como a Guerra de Independência (1822-1823), a Guerra da Cisplatina (1825-1828), Guerra dos Farrapos (1835-1845) e da Tríplice Aliança (1864-1870).

CFN Marinha e a ONU

O Corpo de Fuzileiros Navais, em parceria com as Organizações das Nações Unidas (ONU), tem se destacado no desenvolvimento de ações humanitárias em diversos países pobres. Alguns deles são: Honduras, Moçambique, Ruanda, Timor-Leste, Angola e, mais recentemente, no Haiti, com a missão Minustah.

Os fuzileiros que compõem o Corpo dos Fuzileiros Navais são voluntários e entraram na unidade através de concurso público. Atualmente, são ao todo 15 mil homens que se dedicam a este trabalho. A atuação é feita através do ar e da água e o CFN tem como lema a palavra em latim “ADSUMUS” – que corresponde à “Aqui estamos”, em português.

As inscrições para o concurso do CFN estão abertas. Os jovens que quiserem se candidatar devem ter o ensino médio completo ou terminá-lo até o fim do ano. Também devem possuir idade entre 18 e 21 anos. Lembrando que o concurso é apenas para homens e o tempo de duração do curso é de quatro meses.

CFN Corpo de Fuzileiros Navais

O Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) é considerado a elite da Marinha do Brasil. Os fuzileiros que integram o corpo são altamente treinados para fazer a patrulha e manter a paz em todo o território brasileiros, desde a região litorânea até as regiões ribeirinhas que se encontram no Pantanal e na Amazônia.

Além disso, o CFN é responsável pela segurança de todas as instalação da Marinha e trabalha diretamente com as pessoas carentes que precisam de atenção especial. Estas atividades de cunho cívico-social fazem parte do regimento dos Distritos Navais.

Já no exterior, o Corpo de Fuzileiros Navais promove a segurança em algumas unidades das embaixadas brasileiros, como no Paraguai, Bolívia, Haiti e Argélia. O CFN de destaca em ações desenvolvias pela Organização das Nações Unidas ao fazer o socorros a operações em países necessitados.

Missão CFN Corpo de Fuzileiros Navais

O CFN possui como missão a “Força de Pronta Ação”. Em suas diretriz, a missão principal é garantir a proteção em todo o poder naval em terra, realizado pelo desembarque de diversos navios da Marinha. A sua divisão engloba unidades técnicos para ações especiais, combate em selva, paraquedismo, montanha e gelo e ações com transporte via helicóptero.

Para o desenvolvimento das ações, o Corpo de Fuzileiros Navais cumpre as suas atividade utilizando helicópteros ou demais veículos anfíbios. Quando necessário, ele podem contar com apoio aeronaval ou de fogo naval. Em solo, os fuzileiros atuam com seus meios próprios.

Efetivos CFN Corpo de Fuzileiros Navais

Para integrar o Corpo dos Fuzileiros Navais, é necessário ser concursado e voluntário. Para o treinamento, os integrantes passam por um árduo treinamento físico, que incluo corridas diárias, natação, tiro prático com armamentos, diferentes tipos de patrulha, curso de sobrevivência na selva, curso de comunicações e ainda de rape, fast rope e outras atividades.

O CFN é formado por um corpo de 15 mil homens, que possuem como lema a expressão “ASSUMUS”, que traduzida o latim significa “Aqui estamos”.

Ingresso CFN Corpo de Fuzileiros Navais

Para integrar o Corpo de Fuzileiros Navais, o interessado precisa passar no concurso publico que seleciona os integrantes. Para conhecer datas e demais exigências, acesse o site do CFN.

Pesquisar
Artigos Relacionados