CDC ou Leasing

links patrocinados

CDC ou Leasing

CDC ou Leasing

Sobre o CDC ou Leasing

São poucas as pessoas que possuem o privilégio de comprar um carro a vista. A maioria entra em consórcios ou busca crédito no mercado. Entre as formas de financiamento estão o CDC (Crédito Direto ao Consumidor) e o Leasing.

É importante tomar cuidado na hora de escolher a operação de financiamento, porque apesar das várias opções serem apresentadas pelos vendedores de automóveis, nem sempre suas características e condições ficam suficientemente claras aos consumidores.

O que é Leasing

O leasing é também chamado de arrendamento mercantil, porque nessa operação, a financeira cede o uso do automóvel ao cliente por um determinado período e recebe dele uma contraprestação. (Saiba mais sobre o Itaú Leasing)

Como o próprio nome “arrendamento” diz, é como se o consumidor alugasse o automóvel da financeira, pagando a ela prestações e deixando o próprio veículo como garantia de pagamento.

Ao final do contrato de leasing, o arrendatário tem o direito de comprar o carro por um valor estabelecido previamente, mas também pode renovar o contrato ou devolver o bem à financeira.

A compra do bem pode se dar não somente no final do contrato, mas em qualquer momento dele. O leasing atrai principalmente porque não há cobrança de IOF e a taxa de juros é menor que em outras operações como o CDC.

Algumas concessionárias têm oferecido outras facilidades para quem opta pelo leasing. Uma delas é o parcelamento do valor da compra final e, se a opção for pela compra antes do final do contrato, essas parcelas podem ser acrescidas ao valor das prestações do arrendamento.

Diferenças do CDC e Leasing

No caso do CDC, não há possibilidade de desistir da compra do carro, mas é possível quitar o financiamento a qualquer momento. Já no leasing, a quitação só pode ocorrer a partir da 24ª parcela.

Outra diferença é que no CDC, o consumidor paga as prestações de um carro que está em seu nome, enquanto no leasing, até que ele adquira o bem, não é proprietário do automóvel. Por essa razão, não é possível vender o carro adquirido por meio de leasing, antes de quitar o arrendamento e adquiri-lo.

Também por isso, se o arrendatário não pagar as parcelas, poderá ter o carro tomado, enquanto no CDC isso não ocorre.

 

Itaú Leasing

O Itaú Leasing é um serviço de financiamento fornecido pelo banco Itaú para ajudar você a adquirir produtos para sua empresa. Trata-se, em outras palavras, de um sistema de arrendamento mercantil.

Entre as principais vantagens, está a redução do IOF e a possibilidade de melhorar os balanços do seu negócio. Isso acontece porque o bem adquirido é imobilizado nos ativos do banco Itaú Leasing.

Você adquire, assim, o tempo que precisa para reorganizar suas contas sem que com isso tenha que ficar sem o produto que sua empresa necessita.

Como funciona o Itaú Leasing

Funciona assim: você escolhe o que deseja comprar, negocia o preço com o responsável por fornecer o produto, as datas de instalação e entrega. Após esse momento, o banco compra o produto à vista, tornando possível que você faça uso imediato. Então, divide em parcelas mensais para que você possa efetuar o pagamento.

Financiamento de longa duração, o leasing pode ser realizado para adquirir bens novos e usados sem que você tenha que imobilizá-los no balanço do seu negócio.

Fazer um leasing é recomendado, então, para compras de produtos como veículos, equipamentos de informática e de outras áreas, máquinas diversas, entre outros. São bens que podem ter caráter permanente ou tem extensa vida útil.

Prazos do Itaú Leasing

O leasing do Banco Itaú tem um prazo mínimo de 24 meses. A ampliação desse prazo depende do bem que foi adquirido. No fim do contrato, você e sua empresa podem optar por renová-lo, devolver ou comprar o produto pela quantia estipulada no início das negociações.

Condições

Nos contratos de leasing não é permitido pagar as parcelas antecipadamente. Somente é permitida a quitação da dívida integral. O valor para quitação tem desconto referente à quantidade de dias que você antecipa.

Você pode vender o veículo e transferir o seu contrato para o comprador do veículo. Para fazer isso, preencha o formulário com os dados da pessoa interessada através da Central de Atendimento do banco.

É possível trocar o veículo durante a vigência do contrato. Mas para isso, devem ser observados alguns critérios que estão listados no website do Banco Itaú.

Fique atento para as condições de contrato do Leasing. O Banco Itaú tem profissionais preparados para responder suas dúvidas e fazer o melhor para você e para a sua empresa.

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados