BIREME BR

links patrocinados

BIREME BR

BIREME BR

Um espaço destinado a informação e também a disseminação de trabalhos científicos e de outros conteúdos relacionados à pesquisa científica é o que a Bireme realiza. Esta tem ligação com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Seu principal objetivo é o de democratizar o acesso a essas informações e conteúdos relacionados à Saúde.

Bireme Brasil

Um Centro Especializado da OPAS/OMS que tem como objetivo cooperar de forma técnica com a disseminação da informação e também possibilitar a comunicação e a troca de conhecimentos científicos na área da saúde nas Américas. Essa é a Bireme, que está presente no Brasil desde 1967.

Todas as suas atividades são direcionadas para que haja o desenvolvimento de competências e de maneiras de gerenciar, organizar, preservar e de se ter acesso às informações e ao mesmo tempo disseminar e permitir o acesso a novidades na área científica.

Toda a contribuição técnica da Bireme permitiu que durante todos esses anos de atuação houvesse a democratização do acesso a informação de qualidade na área de saúde e também de inclusão social da região que abrange.

Durante todos esses anos, vários modelos foram sendo implantados, o que intensificou a evolução na gestão de toda essa informação disponível, e sua história está divida em quatro períodos distintos.

Períodos iniciais

O primeiro período que marcou essa construção e consolidação da Bireme quando ela ainda era Biblioteca Regional de Medicina foi em 1967, sendo que seu modelo técnico se baseava em atividades que faziam parte de qualquer biblioteca médica, com parte de operação e centros de documentação entre outras atividades. Esse modelo permaneceu até o fim da década de 60, onde a forma de gerenciamento passou a mudar, caracterizando um novo período de mudança, que se estendeu até o fim da década de 80. Naquela época toda essa técnica foi ampliada, e artigos e outros textos publicados em revistas de cunho científico na América Latina começaram a fazer parte do arquivo.

A partir disso, foi lançado em 1979 o Index Medicus Latino-Americano (IMLA), que passou a contar com aproximadamente 150 revistas, sendo que antes se somavam apenas 44 títulos, reforçando assim a busca pela disseminação da informação, assim como proporcionar visibilidade as produções de cunho científico da América Latina.

Descentralização

No início da década de 90, uma nova forma de interação é realizada pela Bireme, sendo que compreendia a descentralização na América Latina e também no Caribe, sendo que cada país passa a contar com uma instituição que coordena todo os processos em nível nacional, e isso possibilitou um avanço para que se desenvolvessem forças nacionais no gerenciamento e técnicas empregadas para que essas informações fossem organizadas e colocadas a disposição do público.

Internet

No fim dessa década se deu início a um desenvolvimento que se mantém até hoje, e que teve entre uma das principais mudanças o uso da internet para produção e disseminação de informação de cunho científico, feito através da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), que teve início em 1998.

Nessa época é que surge a Scientific Electronic Library Online (SciELO), através de uma parceria da Bireme e Agência de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), se tornou um exemplo na divulgação de forma cooperada de revistas científicas, possibilitando um acesso livre a essas informações.

Fotos

Confira Fotos da BIREME BR:

Bireme BRBireme BR
A Scielo é parceira da BiremeA Scielo é parceira da Bireme
Bireme é uma biblioteca virtualBireme é uma biblioteca virtual

Pesquisar
Artigos Relacionados