As diferenças entre os peeling e a limpeza de pele

links patrocinados

As diferenças entre os peeling e a limpeza de pele

Tanto o peeling quanto a limpeza de pele já se tornaram procedimentos estéticos rotineiros na agenda de mulheres e de homens. Mas, este tipo de tratamento deve ser realizado por profissionais especializados nesses tratamentos e que utilizem equipamentos especializados.

Ambos os tratamentos promovem uma renovação as células faciais, mas exigem cuidados especiais com a limpeza e a hidratação da pele. Saiba quais são as principais diferenças entre os peeling e a limpeza de pele.

A limpeza de pele

As diferenças entre os peeling e a limpeza de pele Limpeza de pele

Limpeza de pele é um tipo de procedimento estético que promove a extração de cravos e dos sebos acumulados nos folículos. Mas, primeiramente é preciso preparar a pele e principalmente remover a camada de células mortas para facilitar a saída dos micro-organismos e destas substâncias. Vale ressaltar que as peles oleosas devem priorizar a limpeza da pele com a utilização de géis e a pele seca com emulsões e cremes de limpeza. Além disso, a higienização da pele é um tipo de tratamento que deve ser realizado de maneira correta todos os dias.

Em seguida, faz-se uma esfoliação, de preferência sem a utilização de química, já que a etapa posterior de extrair as impurezas do rosto acaba sensibilizando demais o rosto. Também não é indicado utilizar nenhuma receita caseira, porque a pele nesta área é bem delicada, e a esfoliação acaba ajudando na remoção da camada mais superficial e responsável pela proteção.

Saiba as As diferenças entre os peeling e a limpeza de pele

Confira mais

Aí, a etapa de extração pode ser feita de forma manual ou ainda com a ajuda de um aparelho que faz a sucção de impurezas. Mas, o segredo de uma boa limpeza de pele está com certeza na finalização do processo. Isso porque é necessário evitar que bactérias e micro-organismos se instalem na pele. Com esse propósito, é utilizado o aparelho de alta frequência, um poderoso antifungicida e antibactericida, que ajuda ainda no processo de cicatrização.
Por último, aplica-se um creme secativo ou ainda uma máscara calmante para selar os poros.

Para manter a pele sempre linda e saudável, é necessário manter a pele sempre hidratada e limpa, para que a oleosidade natural e micro-organismos não se acumulem na pele. O ideal é lavar, utilizar tônicos e hidratantes.

Saiba As diferenças entre os peeling e a limpeza de pele

Peelings

Os peelings são esfoliações causadas pela aplicação de substâncias químicas que tem como objetivo eliminar as manchas e as marcas de expressão da pele. Os peelings podem ser de duas maneiras: físicos, realizados de processos mecânicos ou químicos, que utilizam a aplicação de ácidos.

As diferenças entre os peeling e a limpeza de pele - saiba mais

Tipos de peelings

Os peelings físicos podem ser feitos por laser. Esse processo promove uma queimadura uniforme na pele. Mas, quem tem pele morena deve evitar realizar este processo, porque as manchas acabam demorando mais para desaparecer.

Já a dermobrasão é feita com lixas de alta rotatividade. Este processo é indicado para remoção de cicatrizes. A microdermoabrasão, também conhecido como peeling de diamante ou de cristal, ajuda a reduzir as manchas, as rugas finas e ainda ajuda a melhorar a textura da pele.

Já o peeling superficial ajuda a diminuir as manchas e as sardas, além de reduzir e tratar os poros dilatados. O peeling médio é um pouco mais profundo e ajuda a diminuir as cicatrizes causadas pelas acnes, a tratar a pele envelhecida pelo sol, a diminuir manchas profundas e a reduzir rugas finas.

O peeling profundo é o mais intenso e forte de todos, e deve ser realizado em uma clínica especializado e com anestesia. Isso porque ele recupera a pele extremamente enrugada e acaba ainda com cicatrizes profundas. Além disso, o peeling profundo ajuda no clareamento de manchas de sol, de idade, de sardas e disfarça a aparência das estrias.

Pesquisar
Artigos Relacionados