Apagão

links patrocinados

Apagão

Apagão

Sobre o Apagão

A energia elétrica é fundamental na vida cotidiana. Já pensou ficar dias sem poder tomar banho quente, sem lavar roupas, sem ver TV, ligar o computador e ainda por cima no escuro? É uma situação terrível. E, infelizmente, não é hipotética: isso já aconteceu no país, e afetou milhares de pessoas.

Nem faz tanto tempo assim, o Brasil passou por uma crise de energia que deixou grande parte da população assustada. Foi o apagão. Esse termo é usado para designar interrupções no fornecimento e até faltas frequentes de energia elétrica, da mesma maneira que os chamados Blackouts.

Essa crise afetou o fornecimento e a distribuição de energia elétrica, e as regiões mais afetadas foram as grandes cidades e os locais que ficavam mais afastadas das usinas geradoras. A alternativa para algumas cidades como São Paulo e Rio de Janeiro foi fazer revezamento de distribuição de energia por regiões, até que o problema fosse solucionado.

O Apagão ocorreu nos anos de 2001 e 2002, últimos do governo FHC. O que causou o problema diretamente foi a falta de chuvas, que deixou represas vazias e sem força para gerar energia elétrica. É que a maioria da energia do país ainda é gerado por usinas hidrelétricas, que só funcionam com a força da água.

Contudo, outro problema também ajudou a cooperar para o aparecimento do apagão, e este não teve nada a ver com a natureza: foi a falta de planejamento e investimentos na geração de energia. Um “plano B” para as usinas hidrelétricas, digamos assim.

Crise energética e o Apação

Uma crise energética como essa afeta milhões de pessoas. Além do desconforto de ficar temporariamente sem energia elétrica em casa, alguns comerciantes e donos de indústrias que não tem geradores próprios saíram no prejuízo, causando também um desequilíbrio econômico.

Outros apagões

Além da crise do apagão dos primeiros anos do século, também houveram outros. Em 2005 os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo ficaram sem luz elétrica. Em 2007, esses dois mesmos estados passaram mais uma vez pelo problema. Mas em 2009 o estrago foi ainda maior: um desligamento total da usina de Itaipu fez com que 18 estados brasileiros ficassem total ou parcialmente sem energia. O sudeste foi o mais afetado.

 

Apagão Lexus Box

Apagão Lexus Box

Sobre o Apagão Lexus Box

Ter acesso a centenas de canais de televisão por assinatura é o sonho de muitos brasileiros. O maior obstáculo deste sonho é o alto preço cobrado pelas operadoras por este tipo de serviço. Assim, muitas pessoas optam por meios alternativos e, em muitos casos, ilegais para conseguir assistir seus programas, filmes, série e jogos esportivos favoritos.

No mercado brasileiro estão disponíveis diversas alternativas às empresas oficiais como a Net e a Sky. Em geral, essas alternativas incluem a compra de um aparelho receptor capaz de decodificar o sinal de transmissão dessas operadoras sem a necessidade do pagamento de uma mensalidade. Um exemplo de dispositivo com esse tipo de recurso são os receptores da marca Lexus Box.

O aparelho

O Lexus Box é um receptor dos sinais digitais transmitidos por satélite capaz de receber tanto os canais abertos, como SBT, Globo e Record, como também o sinal decodificado de canais pagos como Fox, AXN, Warner Channel, HBO, TNT, Sony, entre outros.

Um dos destaques deste aparelho é a boa quantidade de recursos e funcionalidades que ele oferece. Além de ser completamente compatível com as televisões mais modernas do mercado (Full HD), o Lexus Box oferece função de MP3, compatibilidade com MPEG 2 / DVB, MCPC / SCPC nas modulações QAM 16, 32, 64, 128, 256.

A memória interna do aparelho permite a memorização de mais de 6.000 canais e até 7 grupos de canais favoritos, que podem ser organizados de forma manual ou automática.

Sem Sinal (Apagão)

Os chamados “apagões” do Lexus Box acontecem sem uma periodicidade definida. Acontece que de tempos em tempos as operadoras mudam suas frequências ou atualizam a criptografia de seus sinais e o aparelho deixa de ser capaz de receber o sinal de transmissão.

Para contornar esse problema, sempre que um “apagão” é detectado, tanto a empresa criadora do aparelho quanto usuários do mesmo disponibilizam atualizações via internet que reestabelecem as capacidades de sintonia do Lexus Box. Até hoje, não foi registrado nenhum “apagão” irreversível.

Como comprar

Uma das formas mais práticas de comprar o Lexus Box é através do site de leilão online Mercado Livre. Nele, diversos vendedores de vários Estados oferecem modelos diferentes do Lexus Box (como o F36 e o F90) por preços que variam entre R$ 300 e R$ 600.

Pesquisar
Artigos Relacionados