Terremotos no Brasil

links patrocinados

Terremotos no Brasil

Terremotos no Brasil

O que é um Terremoto?

A Crosta Terrestre é formada por placas tectônicas, ou placas litosféricas, estas placas são “blocos” enormes de rochas que estão constantemente dançando, podendo afastarem-se (divergência) ou aproximarem-se (convergência). O terremoto acontece quando, nas zonas convergências, ocorre o choque entre diferentes placas tectônicas ou em decorrência do processo de subducção, que consiste na sobreposição das placas litosféricas devido à densidade das mesmas. Esses movimentos acarretam no cúmulo de pressão e liberação de energia, que se propaga no formato de ondas sísmicas. Um terremoto pode acontecer ainda em decorrência de falhas geológicas ou atividades vulcânicas.

Entendendo a Magnitude de um Terremoto

Entende-se magnitude pela quantidade de energia dissipada no centro do terremoto. Está energia liberada é medida através de um aparelho chamado Sismógrafp, sendo Richter a escala utilizada.

Terremotos

A intensidade do terremoto é a conseqüência que ele causou na natureza e também nas construções humanas, ou seja, a destruição que a ação do sismo causou sendo a Mercalli a estaca mais utilizada para medir a intensidade.

Há a Possibilidade de Ocorrer um Terremoto no Brasil?

Sim, porém em grande magnitude isto é praticamente impossível, entenda o por que: A maneira mais corriqueira e devastadora de ocorrer um terremoto é nas fronteiras das Placas tectônicas, o Brasil, está no meio da placa litosférica sul-americana, sendo que o limite mais próximo de outra placa é no Atlântico, juntamente com a placa africana. Devido à formação continental, o que ocorre com placas sul-americana e africana é o processo de divergência, que não acarreta em tremores.

O que e um Terremoto

Porém, existe a possibilidade de acontecer terremotos no Brasil , devido a alguma falha geológica ou por causa das “acomodações de terreno” que possam vir a acontecer no centro da placa tectônica sul-americana. Mas pode ficar despreocupado, esses tipos de abalo são bem mais leves do que os ocasionados pelas convergências das placas tectônicas e não acarretam em tsunamis.

No ano de 1955, no Mato Grosso, ocorreu o maior terremoto registrado no Brasil, chegando a 6,6 na Escala Richter, entretanto, este abalo sísmico teve como princípios falhas geológicas e não encontro de placas tectônicas, portanto as conseqüências oriundas desse processo foram praticamente nulas. Em 2007 e 2008 também houve notificações de terremotos desde tipo, sendo aquele num vilarejo que fica em Minas Gerais, e este no norte do Ceará, registrando 3,9 graus na Escala Richter.

Segundo o Geógrafo Allaoua Saadi, há 48 falhas geológicas em território nacional.

Consequências de um Terremoto

Terremotos em 2013

A principal conseqüência de um terremoto é a Tsunami, que carrega tudo o que está pela frente. O Haiti, que foi devastado por um terremoto em 2010, mesmo com a ajuda das ONU (Organização das Nações Unidas), ainda não se recuperou dos danos causados pela tragédia natural.

Se houvesse um terremoto no Brasil, a principal conseqüência seria o enfraquecimento político, visto que, o Governo teria que remanejar os recursos políticos a fim de atender as necessidades vitais dos cidadãos, como alimentação e cuidados com as vítimas do desastre natural. Mas, como o Brasil é um país “abençoado por Deus”, estamos livres de terremotos que acarretem nessas medidas.

Consequencia dos Terremotos Brasil Terremotos

Pesquisar
Artigos Relacionados