PSDB 2012

links patrocinados

PSDB 2012

PSDB 2012

Todo ano eleitoral é cheio de intrigas, disputas, promessas, falcatruas, entre diversas outras coisas que acontecem. Cada partido conta com uma equipe especializada para cuidar da época de campanha, a qual vai desde a visibilidade maior no horário eleitoral gratuito até a divulgação dos famosos santinhos. De qualquer maneira, todos os partidos com candidatos investem tempo e dinheiro para vencerem.

Coligações possíveis

No Brasil, um dos principais partidos, e atualmente a oposição ao governo federal, é o PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira. Ao mesmo tempo em que a frente nacional vai contra a atual gestão, alguns diretórios estaduais e municipais fazem coligações com o PT, por exemplo, que é o partido da presidente Dilma Housseff.

Agora, começam as especulações para os desdobramentos das coligações em 2012, ano eleitoral para disputar as prefeituras e os cargos de vereadores. Por mais que não lancem candidatura própria, o apoio de um partido em uma coligação é tão importante quanto.

Afinal, se em determinado município o principal representante do PSDB não se candidatar, mas afirmar que apóia o candidato do DEM, por exemplo, é como se ele estivesse pedindo ao seu público que também votasse no outro nome. A representatividade acaba levando o cabo eleitoral.

Crescimento gradual

Mesmo ainda não tendo nomes definidos para disputarem as prefeituras em 2012, o presidente nacional do PSDB e deputado federal, Sérgio Guerra, lançou um desafio aos seus companheiros. O representante nacional do partido pediu que os membros do partido saiam às ruas em 2012 para elegerem mil prefeitos.

Cada novo posto de liderança dentro da política é um caminho para subir ao próximo nível. Normalmente, depois de conseguir cumprir o mandato como prefeito, o candidato tem mais chances de lançar candidatura a governador. Esse é o caso do atual governador do Paraná, Beto Richa, que antes era prefeito de Curitiba, capital do estado.

Nesse caso, por exemplo, o PSDB investiu no candidato para fortalecer seu nome, o que pode vir a ser um incentivo para considerá-lo para a presidência. Em 2012, as campanhas devem ser tão importantes quanto as outras, pois a prefeitura representa um grande passo para continuar seguindo em frente.

Resultado Eleições 2010 em Volta Redonda

Resultado Eleições 2010 em Volta Redonda

Sobre o Resultado Eleições 2010 em Volta Redonda

Volta Redonda é conhecida como a ‘Cidade do Aço’. A cidade fica no interior do Rio de Janeiro, na região do Vale do Paraíba. A cidade possui aproximadamente 258 mil habitantes, segundo dados do Censo 2010, o que a coloca como a maior cidade da macrorregião do Sul Fluminense.

A cidade interiorana possui uma área de 182,317 quilômetros quadrados. O curioso é que apenas 54 km² pertencem à região urbana; o restante da área está localizada na zona rural. Talvez essa forte presença do meio ambiente na vida dos moradores de Volta Redonda talvez tenha relação com o fato de que Marina Silva, do PV, tenha sido a mais votada na cidade no primeiro turno das eleições presidenciais de 2010.

Votação para presidente em Volta Redonda

Volta Redonda foi uma das 10 cidades onde Marina Silva saiu como a mais votada no primeiro turno. O estado do Rio de Janeiro possui 92 cidades, o que leva a crer que 10 municípios sejam um número considerável para a primeira candidatura de Marina à presidência.

Nem Dilma Rousseff com seu favoritismo conseguiu superar o Partido Verde nas urnas. Marina Silva teve 40,02% dos votos válidos, seguida da candidata do PT, com 39,53%. Se dependesse da cidade, José Serra (PSDB) ficaria de fora do segundo turno, pois o tucano conseguiu apenas 18,7% dos votos.

Como no restante do Brasil Marina Silva acabou em terceiro lugar na votação do primeiro turno, a segunda parte do pleito foi decidida entre Dilma e José Serra. Do mesmo modo, Serra não levou a melhor na cidade carioca. A candidata do PT ganhou em Volta Redonda com 61,74% dos votos, enquanto que Serra fez apenas 38,26%.

Resultado Eleições 2010 em Volta Redonda

Para o governo do Rio de Janeiro três eram os principais candidatos: o então governador Sergio Cabral, do PMDB, que disputada a reeleição; o candidato do PV Fernando Gabeira e o candidato do PR, Fernando Peregrino.

Na cidade de Volta Redonda, assim como na maioria das cidades do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral conseguiu mais votos, e consequentemente ganhou as eleições logo no primeiro turno. Ele teve 67,51% dos votos na cidade, seguido de Fernando Gabeira, com 18,63%. O candidato Fernando Peregrino conseguiu 12,1% dos votos.

Pesquisar
Artigos Relacionados