Ponto Eletrônico

links patrocinados

Ponto Eletrônico

Ponto Eletrônico

Sobre o Ponto Eletrônico

Algo que pode melhorar o serviço público e privado, mas que está gerando discussões em muitas cidades do país. O ponto eletrônico infelizmente ainda é uma inovação, mas através dele há praticamente 100% de acerto.

O que é o Ponto Eletrônico

O ponto eletrônico é uma substituição ao livro ponto, aquele sistema antigo em que o funcionário escreve a hora de sua chegada e saída. Também existe um outro sistema em que o funcionário coloca a sua ficha e automaticamente ele coloca o horário, algo próximo a um ponto eletrônico, mas que não traz tantas vantagens.

O problema é que o ponto eletrônico está trazendo discussões, principalmente entre os empregados não acostumados a batê-lo e que acham que vão ‘perder’ com o novo sistema (por exemplo, funcionários públicos que não cumprem a jornada de trabalho para o qual foram contratados). Outro ponto que está sendo levantado é que o ponto eletrônico causaria filas para os funcionários e que ele tem alto custo.

Ministério do Trabalho e o Ponto Eletrônico

Tudo isso passou a encher as páginas dos jornais e o tempo dos programas jornalísticos de rádio e televisão devido à portaria 1.510 do Ministério do Trabalho e Emprego, que regulamentou que as empresas devem passar a funcionar com o ponto eletrônico.

Esta portaria passou a valer a partir do dia 26 de agosto, mas é bom ressaltar que nem todas as empresas precisam utilizar o ponto eletrônico já no dia 26, mas que isso é o recomendado pela portaria.

Preço do Ponto Eletrônico

O que está sendo indicado pela portaria é para empresas com mais de 10 funcionários que já utilizam meios eletrônicos como ponto. Caso as empresas descumpram o que diz a lei, serão aplicadas multas. Quanto ao custo dos aparelhos, os técnicos do Ministério informam que podem ser encontrados equipamentos na faixa dos R$2.800,00.

Ponto Eletrônico

O ponto eletrônico é a ferramenta que muitas empresas resolveram utilizar para controlar a entrada e saída de seus funcionários. O conhecido “bater cartão” que se refere ao cartão de ponto. Um cartão que cada trabalhador possui, com seu nome onde é marcado o horário de saída e chegada na empresa para verificação do cumprimento das horas trabalhadas e pontualidade do funcionário para chegar e sair do trabalho.

O relógio eletrônico de ponto emite um recibo assim que o trabalhador faz sua identificação. São poucas as empresas que ja possuem este sistemas, mas ja foi baixada portaria federal numero 1979 do Ministério do Trabalho que diz que todas as empresas que tiverem mais de 10 trabalhadores devem dispor do sistema de ponto eletrônico. Desde que as empresas ja utilizem de algum sistema de registro de ponto.

2012

A portaria baixada pelo Ministério do Trabalho define que as empresas devem utilizar-se do sistema de ponto eletrônico somente a partir de primeiro de janeiro de 2012.

A medida de adiar a data de implementação do sistema deixa as empresas com maior tempo hábil para se adequarem e instalarem o novo sistema, para funcionar em 2012.

Aparelho de Ponto Eletrônico

Com a publicação da portaria do Ministério do Trabalho acredita-se no incremento das vendas do dispositivo de ponto eletrônico. Até julho de 2011 quando a informação foi divulgada, já haviam sido vendidos mais de 250 mil aparelhos de Ponto eletrônico.

O custo dos aparelhos foram reduzidos para haver maior comercialização dos mesmos, a procura em três meses, desde a divulgação, aumento em mais de 20%. O custo de um aparelho de ponto eletrônico pode variar entre R$1,700,00 e R$ 3.800,00. Os mais simples são desenvolvidos para pequenas e medias empresas e tem o menor custo.

Empresas

As empresas que fizerem uso do dispositivo de ponto eletrônico precisam impreterivelmente preencher um cadastro sobre os equipamentos comprados no site do Ministério do Trabalho e Emprego. O cadastro vai servir para banco de dados de informações e para que, assim, os empregadores possuam ferramentas para se protegerem de fraudes nos equipamentos. São 29 empresas autorizadas a produzir o aparelho e 117 modelos já homologados.

Pesquisar
Artigos Relacionados