Pontas duplas nos cabelos

links patrocinados

Pontas duplas nos cabelos

Pontas duplas nos cabelos

O cabelo é uma das partes do corpo mais adoradas e bem cuidadas pelas mulheres, que sempre que podem se submetem a tratamentos e cortes modernos. No entanto, com a correria do dia a dia e com a constante exposição ao sol e poluição, muitas vezes o cuidado com as madeixas deixa a desejar. Quando isto ocorre o cabelo pode ficar quebradiço, sem brilho e com as temidas e odiadas pontas duplas.

Como o cabelo se forma

O cabelo é formado, basicamente, por três partes: cutícula, a parte externa e com a qual temos maior contato diariamente, córtex, parte interna e medula, localizada na região mais profunda. Conforme o tempo passa, assim como ocorre com outras partes do corpo, o cabelo envelhece e se desgasta, em um processo que se inicia na raiz e vai em direção às pontas. Por conta disto, a parte inferior do cabelo é considerada a mais frágil.

De acordo com cabeleireiros e outros especialistas, as temidas pontas duplas nada mais são do que cutículas desgastadas. O aspecto de espiga de milho, com fios frágeis, quebradiços, muito frizz e pontas que se dividem em até quatro partes, dependendo da gravidade do problema, é causado por diversos fatores, como uso excessivo e incorreto de secador e chapinha, exposição em excesso ao sol, água do mar e da piscina e tratamentos químicos contínuos, como tintura e escova progressiva.

Como prevenir

Evitar o aparecimento de pontas duplas é muito fácil, mas exige comprometimento e uma rotina de cuidados que deve ser seguida à risca.

A maneira mais eficaz de evitar que as pontas duplas se instalem é cortar o cabelo regularmente, de preferência de três em três meses. Aquelas mulheres que estão deixando o cabelo crescer não devem pular esta etapa, pois o corte periódico garante que os fios cresçam mais fortes.

O secador pode ser usado após o banho, mas é recomendável que ele fique cerca de 15 centímetros distante do cabelo e que o ar não seja muito quente. Já a chapinha deve ser usada com moderação, somente depois da aplicação de protetores térmicos e nunca com as madeixas úmidas.

Escovar o cabelo com muita força interfere no aparecimento de pontas duplas, por isto é recomendável usar pentes e escovas de madeira, que agridem menos os fios, e quando os cabelos estiverem molhados o indicado é penteá-los das pontas para a raiz, sempre vagarosamente.

Ao contrário do que muitos pensam, os silicones reparadores de pontas não resolvem o problema, apenas disfarçam. A hidratação surte mais efeito e deve ser feita duas vezes por mês, no salão ou em casa, de preferência com a utilização de toucas quentes para potencializar a ação do produto.

Como tratar

Caso o cabelo já esteja muito danificado e nenhuma das etapas de prevenção surta efeito, é recomendável visitar um salão de beleza e se submeter a um tratamento chamado cauterização. Primeiramente os fios são lavados com um shampoo anti-resíduos para garantir que os produtos penetrem com mais facilidade e eficácia no cabelo. Na sequência é aplicado um creme reestruturador e novamente o cabelo é lavado. Na etapa seguinte o cabelo recebe um protetor térmico e um creme com queratina na fórmula, para então ser secado. Com o cabelo seco chega a vez da chapinha em temperatura alta, que garante a penetração da queratina nos fios.

Fotos

Confira Fotos sobre Pontas duplas nos cabelos:

Sobre Pontas duplas nos cabelos Como as Pontas duplas se formam nos cabelos O que são Pontas duplas nos cabelos Cabelos com pontas duplas

Pesquisar
Artigos Relacionados