Panetone Bauducco

links patrocinados

Panetone Bauducco

Panetone Bauducco

Quando o Natal chega, não dá para resistir aos panetones. E, no Brasil, panetone virou sinônimo de Bauducco, que produz os panetones mais deliciosos: macios e saborosos, como nenhum outro.

Para quem não sabe, a Bauducco iniciou sua história e se consolidou fabricando panetones. Foi Carlo Bauducco, um imigrante italiano que chegou ao Brasil em 1950, que começou essa trajetória de sucesso, continuada por seu filho Luigi.

A fabricação que era artesanal e feita em família se transformou em um negócio de R$700 milhões, que conta hoje com seis fábricas, nove centros de distribuição e três mil funcionários. Além da marca Bauducco, a família também lançou outras consagradas, como a Visconti e a Fritex.

A receita do sucesso não está só na condução dos negócios pela família, mas certamente também tem relação com a receita culinária do panetone, um segredo que faz até os italianos admitirem que se trata do melhor que já comeram.

História de sucesso

A história da Bauducco começou quando Carlo chegou ao Brasil para fazer cobranças para o patrão e verificou que aqui não havia panetone, um produto até então recente na Itália. Carlo não cozinhava, mas conseguiu a receita com um amigo e convidou outro, Armando Poppa, para prepará-los.

O italiano abriu uma pequena confeitaria no bairro do Brás, em São Paulo, no ano de 1952, mas no ano seguinte o conterrâneo Poppa saiu para abrir sua própria doçaria, a famosa Cristallo.

Carlo convidou então outros especialistas para sua confeitaria que, sob sua recomendação, preservaram a fórmula original do doce. Até 1962, quando abriu a fábrica em Guarulhos, Carlo já havia feito muito para divulgar o produto.

Com a produção em série e a distribuição para supermercados, as vendas cresceram exponencialmente. O processo de produção, no entanto, permaneceu o mesmo: fermentação natural, que deixa o produto leve, totalizando 48 horas desde o início da produção até o produto ser embalado.

Exportação

Nos últimos anos, a Bauducco deu passos importantes no mundo dos negócios e está exportando seus produtos. Além de países de América Latina, os Estados Unidos também terão Bauducco nas prateleiras de importantes supermercados de rede, como o Walmart e o Target.

 

Confira informações e dicas sobre como congelar alimentos da forma certa.

Como congelar frutas e alguns legumes no freezer

Como congelar alimentos da forma certa
Como congelar alimentos da forma certa

É sempre necessário saber como manter os alimentos bem conservados na geladeira e no freezer para que eles durem por mais tempo. Nas dicas de como congelar alimentos da forma certa, cada tipo de ingrediente tem uma maneira diferente de ser mantido, variando também para cada categoria. Os naturais e mais frescos exigem ainda mais cuidado, mas não congele aqueles que você tem interesse em consumir em saladas ou crus.

Por meio do congelamento, é possível manter frutas e legumes conservados por mais tempo, mas eles precisam estar bem fechados em pacotes plásticos próprios para esse tipo de procedimento. Nas recomendações de como congelar alimentos da forma certa, alguns, entretanto, não podem ir para o freezer devido a oxidação que sofrem, como a banana, o tomate e o abacate que são um pouco mais moles.

Carnes: como congelar alimentos da forma certa

As carnes vermelhas e brancas são mais fáceis de congelar, já que costumamos fazer isso sempre. A dica é sempre separar a quantia certa que você utiliza ao cozinhar, principalmente quando se trata de pessoas que moram sozinhas e comem em pequenas porções. Assim, para evitar descongelar tudo, é melhor cortar enquanto a carne já chega do açougue.

Depois que saem do freezer, as carnes vermelha e de frango duram apenas dois dias dentro da geladeira, sendo que os peixes e frutos do mar precisam ser consumidos logo que são descongelados. A dica de como congelar alimentos da forma certa é ainda etiquetar cada um dos sacos com a data em que a carne foi para o freezer para não se esquecer da validade.

Como congelar alimentos da forma certa

Hortaliças e folhas

Não é indicado fazer o congelamento de folhas, porque isso acaba tirando um pouco do sabor das verduras. Mas caso o desejo seja de preparar algum tipo de suco, torta ou vitamina, por exemplo, o método pode ser feito.

Nas dicas de como congelar alimentos da forma certa, é preciso lavar bem as hortaliças antes de empacotar. Retire todas as partes estragadas e faça o choque térmico, colocando os alimentos em água fervente e depois em uma vasilha com água gelada. Faça isso com o auxílio de uma peneira e segue bem o alimento antes de colocar no freezer. O procedimento ajuda a manter a textura dos alimentos por mais tempo.

Como congelar alimentos da forma certa

Como congelar alimentos da forma certa: o que não congelar

Existem ainda outros tipos de alimentos que não podem ser congelados, porque correm o risco de estragar. Esse é o caso de pratos feitos com gemas moles ou claras de ovo, maionese e outros alimentos a base de creme de leite, como pudim e strogonoff. Batata crua também não pode ir para o congelador, nem a gelatina ou o chantilly.

Como congelar alimentos da forma certa

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados