IRPF 2009 – isenção e tabela do IRPF 2009

links patrocinados

IRPF 2009 - isenção e tabela do IRPF 2009

O Brasil é o país que mais cobra impostos em todo o mundo. Um destes impostos é o conhecido e temido Imposto de Renda de Pessoa Física – IRPF, que deve ser declarado anualmente.

Como o próprio nome diz, o fator gerador deste imposto é a renda. As pessoas jurídicas pagam um imposto parecido, o IRPJ. Em ambos os casos, as alíquotas do imposto aumentam proporcionalmente em relação à renda: quanto mais se ganha, maior a porcentagem da alíquota.

Existem faixas de renda para o cálculo do imposto e, em alguns casos, há a isenção do imposto. Isso acontece quando o trabalhador recebe menos do que um valor estipulado pelo Governo Federal para o pagamento do imposto.

Isenção do IRPF 2009

Em 2009, o IRPF não foi cobrado de pessoas que apresentaram renda de até R$1.434,00. Para os demais, o imposto pôde ser recolhido pela própria pessoa de maneira fácil através de um programa gratuito disponibilizado pela Receita Federal.

Tabela do IRPF 2009

Veja a tabela de Imposto de Renda de Pessoa Física – IRPF 2009:

Renda Mensal – Alíquota

Até R$1.434,00 – Isento;

De R$1.434,00 a R$2.150,00 – alíquota de 7,5% – Dedução de R$107,55;

De R$2.150,00 a R$2.866,00 – alíquota de 15% – Dedução de R$268,80;

De R$2.866,00 a R$3.582,00 – Alíquota de 22,5% – Dedução de R$483,75;

Acima de R$3.582 – Alíquota de 27,5% – Dedução de R$662,85.

Algumas pessoas tentam burlar o sistema de Imposto de Renda da Receita Federal para diminuir o recolhimento do imposto. Isto é crime, e quem cometê-lo pode pagar um alto preço pelo delito.

Programa IRPF

O programa de recolhimento do IRPF é colocado a disposição do contribuinte na internet gratuito para download. O programa IRPF é disponibilizado em datas próximas à da declaração, mas há páginas na internet que disponibilizam programas simuladores de imposto de renda para facilitar o cálculo do contribuinte.

IRPF 2011

IRPF 2011

Sobre o IRPF 2011

Independente de onde more, todos os cidadãos precisam pagar impostos. O imposto de renda ou o imposto sobre o rendimento, é uma modalidade utilizada em vários países, aonde cada pessoa ou empresa deve deduzir uma porcentagem da sua renda média anual para o governo federal. A quantia paga pode variar de acordo com a renda anual ou ainda ser fixa em uma certa porcentagem.

No Brasil, o imposto de renda é pago mensalmente. Todos os anos, o contribuinte deve preparar a declaração de ajuste anual de quanto deve ao importo. Todos os valores são homologados pelas autoridades tributárias. O Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) é a modalidade cobrada aos cidadão comuns.

O IRPF é cobrado a todas as pessoas quem tenham ganho no ano quantia acima de uma valor mínimo determinado pelo governo federal. Todos os anos, é necessário fazer a Declaração de Ajuste Anual (DIRPF), que apura os possíveis débitos e crédito, que são as restituições do imposto.

O cálculo do valor a ser pago é feito com base na renda da pessoa física. A chamada alíquota é variável e proporcional a renda tributável do cidadão. São isentos do pagamento todos os cidadãos que tiveram ganho inferior a média estabelecida pelo governo.

Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física

Todos os anos, a pessoa física deve fazer a sua declaração junto ao site da Receita Federal. A declaração começa com o download do arquivo. Após a transferência do arquivo, deve-se conferir as novidades programas pela RF. O cidadão deve ler quem é obrigado a fazer a declaração e as formas de elaboração. O documento também trás informações sobre o prazo de entrega e multas. A pessoa deve fazer a declaração diretamente no computador e enviar dentro do praz definido para a receita.

O pagamento é feito com a emissão da Darf ou ainda pode se adotar o débito automático em conta corrente válida. É possível escolher a opção direto no site da Receita Federal. O contribuinte deve estar atento ao vencimento das quotas e as formas de pagamento atrasado.

O processamento da Declaração do Imposto de renda é feito através do extrato da DIRPF. Além disso, é possível ter informações sobre regularização de pendências, intimação e notificações. Para a restituição, o cidadão deve ficar atento as consultas disponíveis no site da RF. Lá estão disponíveis as datas dos lotes e informações sobre alterações de contas. É possível optar por receber aviso no celular sobre as últimas notícias.

Pesquisar
Artigos Relacionados