Eclipse Solar

links patrocinados

Eclipse Solar

Eclipse Solar

Sobre o Eclipse Solar

Quando crianças, aprendemos na escola o que é eclipse solar. Ficamos, então, na expectativa de presenciar um acontecimento como este que foi visto pelos brasileiros pela última vez em 1999. Ele é um evento raríssimo da natureza, e desperta muita curiosidade entre crianças e adultos.

O fenômeno

O eclipse solar acontece quando ocorre o alinhamento entre a Lua, a Terra e o Sol. Ou seja, a Lua fica entre os dois. Quando isso acontece, a luz solar é totalmente ocultada pela Lua, e consequentemente uma parte da Terra consegue visualizar o fenômeno, pois ela também fica sem luz natural por alguns minutos. É como se fosse noite por um pequeno espaço de tempo durante o dia.

Existem quatro tipos de eclipse: o eclipse solar total, o parcial, o anular e o híbrido. No caso do eclipse total, e quando a lua se alinha totalmente entre a Terra e o Sol. O parcial ocorre quando somente quando há a ocultação parcial das luzes solares; o eclipse anular acontece quando se consegue visualizar um anel de luminosidade no contorno da Lua.

Já o eclipse híbrido acontece quando numa parte da Terra acontece o eclipse total, e em outra acontece o eclipse anular. Isso acontece devido à curvatura da Terra. Dessa forma, o eclipse total somente poderá ocorrer na faixa que está mais próxima da Lua, e os locais que estão menos próximos conseguem enxergar apenas o eclipse anular.

Evento natural raro

O eclipe solar acontece a cada 18 meses, mas sua incidência no mesmo lugar pode levar mais de 300 anos. É por esse motivo que quando um eclipse solar é previsto, as pessoas já se preparam para poder presenciá-lo. Nunca se sabe quando se terá a chance novamente.

Depois de alinhados, o processo não demora muito. O Sol fica encoberto pela Lua apenas por alguns minutos. A escuridão provocada pelo fenômeno não dura mais do que 7,4 minutos. A cada mil anos, menos de dez eclipses totais duram mais do que sete minutos.

O último eclipse total que ultrapassou a marca dos sete minutos aconteceu em 30 de junho de 1973, e os estudiosos acreditam que o próximo está previsto apenas para 25 de junho de 2150.

Eclipse lunar e eclipse solar

Eclipse lunar e eclipse solar

Sobre o Eclipse

O Eclipse lunar é um fenômeno celeste que ocorre quando a Lua fica escura por estar na sombra projetada pela Terra. Essa sombra que a Terra faz é em formato de cone e este acontecimento é visível a olho nu. Este fenômeno só ocorre quando a Lua, o Sol e Terra se encontram bem próximos de estar alinhados, ou alinhados perfeitamente.

O planeta Terra fica entre os dois corpos e por isso, projeta na Lua, uma sombra. Mas se alguém estivesse na Lua, o eclipse seria solar, porque o planeta Terra iria encobrir o Sol. O eclipse lunar ocorre sempre durante a fase da Lua cheia, pois ela precisa estar atrás da Terra, do ponto de vista de um observador no Sol.

Quando acontece

Mas isto não acontece em todas as Luas cheias por causa da inclinação de 5 graus em que a Lua se encontra em relação ao plano da órbita Terrestre ao redor do Sol. O eclipse vai ocorrer sempre que a fase da Lua cheia coincidir com a passagem da Lua pelo plano da órbita da Terra.

Os eclipses lunares podem ser vistos de qualquer lugar da Terra em que seja noite no momento. A Lua não some totalmente, apenas assume coloração vermelha ou alaranjada. O tempo varia muito, podendo de ir de 40 minutos até mais de 3 hrs de eclipse. Tudo depende de quão alinhado a Terra, Sol e Lua ficarão.

Eclipse Solar

Já o Eclipse Solar é mais raro. Há poucos registrados e a maioria aconteceu há muito tempo. O mais recente foi em 2001, que pode ser visualizado em partes, no Brasil. Neste fenômeno, a Lua, a Terra e o Sol ficam alinhados, mas a Lua fica no meio dos outros dois corpos. Além de ser muito raro, um eclipse solar pode ser visto completamente em um ponto da Terra, devido a inclinação orbital.

Do início do eclipse, até que se de completo são necessário em média 90 minutos. Como o eclipse solar não pode ser observado a olho nu (pode prejudicar a visão), o fenômeno pode ser percebido na natureza. Para olhar diretamente ao sol, recomenda-se procurar um planetário que disponibiliza óculos especiais, já que os de Sol, tradicionais, não protegem totalmente os olhos para este tipo de visualização.

Num primeiro momento, a mudança da forma como as sombras se projetam pode ser percebida. Essas sombras se movimentam rapidamente, já que a chegada no eclipse tem velocidade (movimento dos corpos) de 2800km/h. A temperatura na Terra abaixa até 10 graus e os animais ficam agitados. Na totalidade a luz ambiente some e o céu fica azul acinzentado.

Pesquisar
Artigos Relacionados