EBIT Conceito

links patrocinados

EBIT Conceito

EBIT Conceito

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) editou recentemente uma divulgação que diz respeito às informações contábeis de empresas, sendo elas a Ebitda e Ebit.

O conceito de Ebit

O Ebit, sigla que significa em inglês “Earnings Before Interest and Taxes”, é uma ação que no Brasil é conhecida pela sigla Lajir. Ela trata do lucro que uma determinada empresa tem antes mesmo dos encargos financeiros, ou seja, do pagamento de impostos, juros ou de outras taxas.

O principal motivo para a existência do Ebit é fazer com que a divulgação de informações financeiras se torne padronizada, já que dessa forma a própria compreensão de tais informações se torna facilitada.

A importância do Ebit

No Brasil, a sigla que cuida de tais procedimentos é a LAJIDA – Lucro antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização. A medida é caracterizada como a mesma do EBIT, ou seja, está diretamente relacionada com a medida do lucro no que se refere aos próprios resultados de operações auferidas pela sociedade. Os resultados de caráter financeiro, assim como a presença de juros, taxas, dividendos ou outros sobre o próprio capital não são considerados, assim como os resultados que não sejam operacionais.

A ferramenta é de extrema importância no sentido de oferecer ao usuário todas as informações de caráter contábil, como é o caso da verdadeira rentabilidade possível por meio de atividades que estão diretamente relacionadas aos negócios da instituição em questão. Dessa forma, esse tipo de relatório contábil leva em consideração unicamente os valores de lucro da empresa em questão, quando é levado em consideração as operações realizadas com a própria atividade da instituição.

Ebit ou Lajida?

O Ebit e a Lajida significam a mesma coisa, porém, o Ebit é a sigla em inglês e o Lajida a sua tradução literal para o português. Dessa forma, não há qualquer diferença entre uma e a outra.

O Ebit é também muito similar com o Ebitda, que também compreende os valores de depreciação e de amortização. Nesse caso, o Ebitda representa os lucros gerados pela instituição no que diz respeito às suas atividades operacionais. Desse modo, não são levados em consideração qualquer efeito de impostos ou de outras atividades financeiras.

Sendo assim, o Ebitda se difere do EBIT que, por sua vez, é aquele voltado para o lucro em cada uma das atividades da empresa. O EBIT considera tanto a depreciação como também a própria amortização, diferentemente do Ebitda que não considera os mesmos.

Maiores informações

Certamente o Ebit é de extrema importância para as empresas, afinal, ele é o responsável por analisar o resultado de lucros final das instituições em questão, tanto no que diz respeito ao lucro como também ao prejuízo.

Dessa maneira, esse documento de caráter contábil é de extrema importância para a análise dos lucros monetários da instituição em questão, já que o seu cálculo consegue, com maior eficácia, determinar qual é o verdadeiro desempenho nos lucros da empresa dentro de um certo período.

Com ele se torna possível mensurar quais foram os verdadeiros lucros das empresas. Isso, já considerando os valores que são voltados aos efeitos contábeis, como é o caso dos juros, taxas, prejuízos e demais valores, como também é o caso da própria depreciação e amortização que, por sua vez, não são considerados no Ebitda (outro documento de extrema importância para as empresas dos mais variados segmentos). Sendo assim, um complementa o outro no sentido contábil.

Pesquisar
Artigos Relacionados