Dicas de exercícios para a memória

links patrocinados

Dicas de exercícios para a memória

Nos últimos anos, tem sido dada muita atenção científica para a memória. Assim como os músculos de nosso corpo, o cérebro também precisa ser exercitado para manter sua boa forma. Ao longo dos anos, principalmente após os 50, é comum que o cérebro comece a perder parte de sua capacidade, o que exige atenção redobrada para que a situação não se agrave. O ramo da “ginástica cerebral”, inclusive, já ganhou nome: é a neuróbica, termo criado pelo neurocientista Larry Katz, nos Estados Unidos.

O que é a neuróbica

A hipótese de Larry Katz é a de que o cérebro precisa de treinamento e estímulos constantes para manter seu desenvolvimento pleno.

Dicas de exercícios para a memória Confira as Dicas de exercícios para a memória

Exatamente o que acontece com os exercícios aeróbicos (de onde deriva o termo “neuróbico), que permitem que os músculos mantenham sua capacidade ao longo dos anos. Quando realizamos muitas atividades repetitivas, que acabam por se tornar mecânicas, estamos deixando de lado o raciocínio, o que é muito prejudicial ao cérebro.

Uma das características da neuróbica é que, muitas vezes, sequer é preciso adicionar novas atividades ao seu dia a dia. O mais importante é que continuemos seguindo nossas rotinas, mas fazendo as coisas de maneiras diferentes. Desta forma, segundo os defensores da neuróbica, é possível aprimorar a concentração e a memória, tornando o cérebro muito mais eficiente. Conheça, abaixo, algumas dicas de exercícios para a memória.

Dicas de exercícios para a memória - saiba mais

Quebrando a rotina com exercícios para a memória

Como mencionamos acima, não é preciso fazer qualquer revolução na sua rotina para adotar bons exercícios para a memória. Quando estiver em casa, tente andar de trás para frente. Também é muito interessante trocar de roupa e tomar banho com os olhos fechados. Quando estiver utilizando seu computador, troque o mouse de lado e, no caminho para o trabalho, busque uma rota diferente.

Como você deve ter percebido, é bem simples criar seus próprios exercícios para a memória. Pense em coisas que você já faz de maneira mecânica e promova pequenas alterações nestes movimentos.

Conheça as Dicas de exercícios para a memória

Utilizar os cinco sentidos é um ótimo exercício para a memória

Se alguém perde a visão, tende a deixar outros sentidos mais refinados, como o olfato e a audição, para compensar a perda de um dos sentidos. O corpo busca naturalmente estas compensações, portanto, tente estimular seus sentidos: troque de roupa no escuro ou tente andar por calçadas seguras com os olhos fechados, por exemplo. Isso ajudará seu cérebro a buscar alternativas para a “perda” da visão.

Exercícios para a memória

Hábitos complementares

Além de exercícios pontuais, também podemos adotar hábitos cotidianos que influenciarão em sua memória. O consumo de peixe e a leitura frequente são dois fatores muito saudáveis para seu cérebro. A adoção de bons hábitos cotidianos, como a prática de exercícios físicos, também traz muitos benefícios para a mente, além do corpo.

O importante, sempre, é não parar de estimular seu cérebro. Monte um quebra-cabeças, aprenda novas palavras, experimente novas rotas e novos pratos. Com atitudes simples, você estará sempre ajudando sua memória a permanecer ativa.

Pesquisar
Artigos Relacionados