Volkswagen Jetta

links patrocinados

Volkswagen Jetta

Volkswagen Jetta

O Jetta é um modelo da Volkswagen lançado para competir com sedans de diversas outras marcas, sendo produzido desde o ano de 1979, embora com nomes diferentes (alguns deles são o Atlantic, Bora, Jetta City, Fox, GLI, Sagitar, Vento, além do próprio Jetta).

Os modelos anteriores eram mais caros, sendo considerados carros de luxo, variando entre oitenta a quase cem mil reais no período de 2007 a 2010. Em 2011, o Jetta foi repaginado, com o objetivo de competir com modelos como o Toyota Corolla, resultando num preço um pouco mais baixo e “popular”, embora ainda seja considerado um carro de preço médio.

No ano passado, o Jetta veio com alguns diferenciais, como o motor flex, a versão 2.0, o câmbio automático de seis marchas, entre outros. O preço agora varia entre sessenta cinco mil reais e noventa mil, dependendo dos artigos complementares e da potência do veículo. Em 2009, o Jetta foi eleito por uma revista especializada o melhor sedan da categoria, sendo que na comparação estavam os modelos Honda Civic 1.8 (que possui 16cv), o Toyota Corolla versões 1.8 e 2.0 (também de 16cv), o Ford Fusion 2.5 e até mesmo o Cruise 1.8.

No início, o design do Jetta se caracterizava apenas como um modelo do Golf, só que mais comprido (ou seja, com um porta mala estendido). Até 2005, foram vendidos mais de seis milhões e meio de modelos ao redor do mundo. Na metade de 2011, foram mais de onze milhões de veículos. O modelo Jetta possui várias gerações, sendo a quarta (que teve sua produção iniciada em 1999) e a quinta (com início em 2005) são as duas que influenciam até hoje os lançamentos do Jetta. Isso inclui o design arrojado, a usabilidade e até mesmo o uso de algumas semelhanças dos modelos anteriores, para que haja familiaridade por parte do potencial comprador.

Modelo atual

O Jetta substituiu o Bora a partir do primeiro semestre de 2011, sendo que já chega para brigar no mesmo nível com os sedans das marcas competidoras. As linhas oferecem três opções: Comfort Line manual, Comfort Line automática e a High Line, automática, considerada a top de linha. O valor mais alto é de noventa mil reais, mas não inclui acessórios complementares que podem melhorar a experiência e o conforto de dirigir o Jetta.

Essa versão do sedan finalmente deixa de lado o design dos modelos anteriores, como do Golf. Agora, o Jetta assume sua personalidade e parece não ter medo de dizer a que veio: capô, pára lamas, portas e vidros exclusivos, tudo para deixar o cliente o mais curioso possível pra fazer um test drive. Segundo anúncios publicitários da marca, é muito provável que quem deseje comprar um carro se decida na hora do test e a experiência que o Jetta proporciona é única e incrível, convencendo o motorista na hora.

Provavelmente os mais detalhistas podem se decepcionar com a continuação de linhas retas e entediantes proporcionadas pela Volkswagen – que deve inovar nos próximos anos ou então terá prejuízo. Por dentro, o Jetta também não impressiona tanto como querem seus vendedores. O capô é o principal ponto negativo no design, embora as lanternas e a dianteira tenham certo destaque.

A firmeza ao dirigir é o que provavelmente irá conquistar na hora do test drive – o Jetta proporciona uma segurança inigualável, além de alguns complementos como bancos de couro, painel de LCD, som mp3, entre outros.

Fotos

Confira Fotos do Volkswagen Jetta:

JettaJetta
Volkswagen JettaVolkswagen Jetta
Interior do JettaInterior do Jetta

Pesquisar
Artigos Relacionados