Transporte Rodoviário

links patrocinados

Transporte Rodoviário

Transporte Rodoviário

No Brasil a malha rodoviária é bastante desenvolvida e isso se deve ao fato de que o transporte rodoviário feito no país é a forma mais utilizada para locomoção de cargas e pessoas, apesar também, de ser o transporte rodoviário o mais caro para os cidadãos e para os cofres públicos. Desde o início do país como república foram investidos recursos nesse tipo de transporte, prejudicando o desenvolvimento de transportes mais baratos como o fluvial e o ferroviário, por exemplo. Hoje o transporte rodoviário no país conta com uma malha de mais de 1,7 milhões de quilômetros de rodovias e estradas, passando por ela aproximadamente 55% das cargas movimentadas em território nacional.

História do Transporte Rodoviário no Brasil

Nos idos de 1920 o Brasil começou a investir fortemente na infra estrutura do transporte rodoviário, por meio do governo do presidente Whashington Luís. Mais tarde, nos governos de Getúlio Vargas e também de Gaspar Dutra o plano voltado para a malha rodoviária brasileira prosseguiu. Já na década de 1950, com o presidente Juscelino Kubitschek, é que veio uma nova onda de investimentos para o transporte rodoviário brasileiro, sendo que no governo de Juscelino entraram as fábricas de automóveis multinacionais, como a General Motors, a Ford e a Volkswagen.

Transporte Rodoviario no Brasil

Esse foi o período que mais representou o alargamento do setor dos transportes rodoviários no Brasil, já com que a entrada desses fabricantes, era preciso fazer mais estradas para o os automóveis de todo o tipo pudessem andar. No ranking mundial hoje o Brasil está em quinto lugar como mais importante no setor da indústria automobilística. Na atualidade estão no países os seguintes fabricantes: Peugeot, Fiat, Renault, Toyota, Citroën, Hyundai, Mercedes-Benz, Chrysler, entre outros.

Vantagens do uso do Transporte Rodoviário

Transporte pelo Brasil

Alguns especialistas e pesquisadores apontam algumas vantagem na utilização do transporte rodoviário no Brasil, mesmo sendo o modo mais custoso para tal atividade. Dentre as vantagens estão a rapidez e agilidade para realizar entregas de mercadoria considerando espaços curtos a se percorrer; vendas que podem ser entregues ainda na porta da unidade compradora; embalagens a custo menor, se comparado a outros tipos de embalagens de transporte (como containers de navios por exemplo); a mercadoria é entregue diretamente ao requerente, sem ter que buscá-la; a mercadoria movimenta menos e as avarias são reduzidas.

Desvantagens do uso do Transporte Rodoviário

Caminhoes para o Transporte Rodoviario

Embora o transporte rodoviário apresente algumas vantagens, há sempre que se olhar os dois lados, e perceber também quais são as desvantagens acarretadas pelo uso desse tipo de transporte. Especialistas e pesquisadores apontam que entre as desvantagens estão o custo do frete, que geralmente é maior em comparação aos outros transportes; a capacidade de carga é reduzida; os automotores utilizados para o transporte têm alto grau de poluição junto ao meio ambiente; as rodovias precisam ser freqüentemente arrumadas ou construídas, o que gera custos refletidos em impostos, ou mesmo em cobrança de pedágios.

Custos do transporte nas rodovias

O custo para manter a rede de transporte rodoviário no Brasil é alto por conta sobretudo de que os combustíveis dependem do petróleo, que não é nada barato e o país não é auto suficiente na produção , tendo que importar. Importando para impostos para nações estrangeiras e o produto chega mais caro até o consumidor brasileiro.

Rodovias para o Transporte Rodoviario Melhorias no Transporte Rodoviario

Pesquisar
Artigos Relacionados