Sintomas de Apendicite

links patrocinados

Sintomas de Apendicite

Sintomas de Apendicite

A apendicite é uma inflamação que ocorre no apêndice intestinal, que é uma bolsa do intestino grosso. Existem dois tipos de apendicite, a aguda (que pode ocorrer em qualquer idade, sendo mais comum durante a adolescência, afetando mais de 7% da população) e a do tipo crônica (que é a ocorrência repetida de apendicites subagudas, que ocasionam uma inflamação contínua).

A apendicite é uma doença que pode ocasionar diversas complicações, sendo que a mais comum é a perfuração livre do órgão para a cavidade peritoneal, cuja consequência é o vazamento de fezes e de pus para uma área que fica fora da alça intestinal.

Outra complicação recorrente é a do sangue com uma infecção geral grave do organismo por germes patogênicos, a septicemia, e também a coagulação intravascular disseminada, processo no qual o sangue começa a coagular por todo o corpo da pessoa.

Além dessas complicações, o paciente também pode formar abscesso bacteriano (que é o acúmulo de pus no tecido) e trombose da veia porta, que é a que drena sangue do sistema digestivo e de suas glândulas associadas.

Os sintomas da apendicite

O diagnóstico dessa doença é um pouco difícil pelo fato de que em um grande número de casos as pessoas apresentarem apenas alguns sintomas ou até mesmo nenhum deles. Por se tratar de uma doença muito perigosa que se não tratada pode ser mortal, deve-se prestar extrema atenção nos seus sintomas.

Os mais clássicos sintomas são – dor contínua e difusa por todo o abdome, junto do umbigo (algumas vezes essa dor move-se para o quadrante inferior direito do abdome após algumas horas); sensibilidade ao toque no ventre; náusea; vômito; febre baixa e falta de apetite. Deve-se ficar atento a todos esses sintomas, que se agravam à medida que a doença progride.

Exames para diagnosticar a apendicite

Um hemograma pode detectar uma apendicite aguda, devido à alteração que é mostrada nesse tipo de exame. Ocorre um aumento do número das células de defesa no organismo das pessoas com apendicite aguda, que variam entre 10000 a 20000 células, sendo que o normal é ter até 10000 células.

Um exame de urina também é capaz de detectar essa doença devido ao contato do apêndice que está inflamado com o ureter e a bexiga, demonstrando alteração. A ultra–sonografia e a tomografia computadorizada do abdome também são capazes de detectar a apendicite, pois demonstram a presença de pus ao redor do apêndice e o seu espessamento.

Tratamento da apendicite

O tratamento mais comum da apendicite é a retirada do apêndice. O método mais indicado para a retirada do apêndice (processo chamado de apendicectomia), é a cirurgia vídeo-laparoscópica, que é realizada por meio de três pequenas incisões com o auxílio de um monitor.

Como quando ocorre a suspeita de qualquer doença, o procedimento que deve ser realizado com urgência é a consulta com um médico. Só ele poderá analisar o que está acontecendo com o seu corpo e recomendar o tratamento adequado para a cura.

Fotos

Confira fotos dos Sintomas de Apendicite:

A apendicite é a inflamação do apêndiceA apendicite é a inflamação do apêndice
Alguns dos sintomas são dores abdominais, febre e enjôoAlguns dos sintomas são dores abdominais, febre e enjôo
Se você apresentar dores condizentes com os sintomas, procure um médicoSe você apresentar dores condizentes com os sintomas, procure um médico

Pesquisar
Artigos Relacionados