Selic

links patrocinados

Selic

Selic

Uma das maiores preocupações das economias de diferentes nações é o nível de inflação. A inflação consiste basicamente na elevação dos preços causada pela atividade economia do país e também de como ele é representado frente às demais economias, como o mercado cambial.

Para observar este movimento, o Brasil faz uso do taxa Selic, chamada taxa básica de juros, um índice responsável por medir os juros que são aplicados em diferentes atividades. Ela é aplicada como referencia para a politica monetário.

O nome Selic vem de Sistema Especial de Liquidação e Custódia. A Selic é expressa de forma anual, responsável por uma médio que observa o volume de operações dos dias e mês, observando os títulos e operações realizadas dentro do brasil. Ela é calculada pelo Banco Central do Brasil.

Aplicação Selic

Essencialmente, a Selic é utilizada como uma taxa de financiamento para o mercado bancários, e para sua definição realiza a análise de títulos de diferentes naturezas. Ela existe para indicar o custo que o dinheiro tem para estes tipos de operação.

Além disso, a Selic é aplicada para que o governo possa medir a base dos juros para o ano. Para isso, o banco Central aplica diferentes medições que demonstram o comportamento do valor do real sobre as operações realizadas.

Mudanças da Selic

A Selic sofre diferentes alterações do ano, acompanhando a atividade e os preços do mercado brasileiro. Para isso, o seu valor é debatido quatro vezes ao ano pelos membros do comitê do Banco Central, que são responsáveis pela leitura dos dados apurados e pela aplicação da Selic.

Quando a Selic é reduzida, ela demonstra que houve uma queda nos juros, o que é bom para a economia. Porém, ela também pode ser aumentada, indicando mais juros. Geralmente, ela sobre aumento ou queda de meio ponto percentual a cada reunião.

No site da Receita Federal é possível conferir a Selic de referencia para o mês de consulta em relação aos juros aplicados mês a mês desde o ano de 1995. Esta é uma boa forma para conferi como está a atividade econômica, sendo leitura obrigatória para empresários e empresas brasileiras.

Serasa Consulta Grátis

Serasa Consulta Grátis

Serasa consulta grátis

O número de inadimplentes no Brasil vem crescendo com o passar dos anos e as boas medidas tomadas pelo governo para oferecer bons salários e maior montante de crédito para a população. Quem deve e não paga pode perder diversos direitos sociais, como abrir conta em bancos, por exemplo.

Isso porque existe um órgão que fiscaliza os inadimplentes brasileiros e forma uma lista com o nome e todas as informações acerca desta pessoa. Quem manda os nomes dos devedores para este órgão são as próprias lojas, instituições financeiras, entre outras. Com certeza você já ouviu falar deste órgão, que é o Serasa.

Sobre o Serasa

O Serasa fica responsável pela lista dos inadimplentes brasileiros, e ele é consultado por todas as lojas e instituições quando um novo cliente aparece na praça querendo abrir conta no banco ou então no crediário das lojas. O problema é que quem está com o nome sujo não pode fazer nenhuma destas operações.

Tudo o que a pessoa inadimplente comprar deve ser pago à vista, já que seu CPF é cancelado, ela não consegue crédito em nenhum lugar nem consegue fazer compras a prazo, parceladas. Outra coisa importante que todos devem ter consciência é que o nome do inadimplente impede que seu cônjuge também faça compras parceladas e etc., pois ele também fica como nome sujo.

É isso mesmo, a inadimplência vale para o casal, não importando se a pessoa que está tentando comprar é a inadimplente ou não. O problema maior da inadimplência é que cada vez mais cedo as pessoas estão conseguindo mais créditos, e às vezes na possuem formas sólidas de pagar tudo o que deve. E aí a lista do Serasa aumenta.

Consulta grátis

A consulta para que as pessoas saibam sobre sua situação frente ao Serasa é paga. É cobrada uma taxa para que o consumidor possa acessar seu nome e ter conhecimento de sua situação. No entanto, existem sites na internet que disponibilizam a consulta gratuita, mas ela pode ser feita apenas uma vez.

Basta fazer uma busca rápida na internet que logo você irá se deparar com esses sites, que geralmente são de empresas de crédito.

Pesquisar
Artigos Relacionados