Saiba mais sobre o Câncer de Tireoide

links patrocinados

Saiba mais sobre o Câncer de Tireoide

O câncer de tireoide é um dos cânceres mais comum na região do pescoço e da cabeça e ataca principalmente mulheres. A tireoide é uma das glândulas mais importantes do nosso corpo e é ela quem regula a produção de hormônios que são importante para o funcionamento de alguns órgãos, como os rins, coração e o intestino. Nas mulheres, a tireoide ajuda a regular o ciclo menstrual. Este tipo de câncer costuma ocorrer em maior quantidade entre mulheres com idades de 30 a 40 anos. Apesar de 40% delas apresentar um tipo de nódulo na glândula, apenas 8% delas tem câncer. A chance de cura por outro lado é alta, onde 97% dos pacientes são curados.

Tipos de Câncer de Tireoide

Saiba mais sobre o Câncer de Tireoide Problemas na tireoide

Existem três tipos de carcinomas, sendo os indiferenciados, conhecidos também como anaplásico, os moderadamente diferenciados, também conhecidos como medulares e os bem diferenciados, que recebem o nome de folicular e papilífero. O papilífero é mais comum e o menos agressivo. Este tipo de carcinoma corresponde a cerca de 85% dos casos de câncer de tireoide. Já o folicular é pouco agressivo e corresponde apenas a cerca de 15% dos casos de câncer. Já o do tipo medular, é um câncer pouco mais agressivo e que corresponde em média de 5% dos casos da doença. O tipo mais agressivo de câncer de tireoide é anaplásico, que ataca em geral idosos com idade superior a 70 anos, correspondendo a cerca de 1% dos casos. Vale ressaltar que este tipo de câncer, apesar de raro, costuma ser fatal.

Câncer de Tireoide

Fatores de risco

O fator de risco mais conhecido do câncer de tireoide é a exposição à radiação. Por isso, pacientes que costumam realizar com frequência exames que envolvam substâncias radioativas e pessoas que trabalham com radiação devem estar sempre atentas. Vale ressaltar ainda que infelizmente não existe nenhuma forma de prevenção contra este tipo de câncer, por isso é tão importante que seja feito um diagnóstico precoce da doença. O principal sintoma do câncer de tireoide é o aparecimento de um nódulo indolor na tireoide. Por isso mesmo, faz parte do exame clínico de detecção da doença, apalpar a região da cabeça e do pescoço para identificar possíveis nódulos. Ao menor sinal, uma ultrassonografia deve ser feita. Mas, para saber se o nódulo encontrado é benigno ou maligno, o paciente deverá ser submetido a uma biópsia, que consiste na introdução de uma agulha fina no próprio nódulo para aspirar o conteúdo.

Tireoide

Tratamentos

O tratamento para o câncer de tireoide é composto por três etapas. A primeira é a remoção cirúrgica, também chamada de tireoidectomia, que remove toda a tireoide. A segunda, é a ablação da tireoide remanescente. Porque ao contrário dos outros tipos de câncer, a radioterapia externa não funciona no câncer de tireoide. Por isso, nesta segunda etapa o paciente ingere iodo radioativo, que ajuda a destruir as células de tireoide que sobram depois da tireoidectomia. Esta etapa é indicada apenas para tipos de câncer papilífero e folicular e não funciona como os tipos anaplásico e medular. A terapia hormonal supressiva, repõe a falta de tireoide no organismo, já que este tratamento remove por completo a tireoide, fazendo com que o paciente desenvolva um quadro de hipotireoidismo.

Saiba mais sobre o Câncer de Tireoide - confira

Saiba mais

Vale ressaltar que ao final do tratamento, o paciente deverá ser acompanhado com certa frequência, para evitar a metástase do câncer de tireoide.

Pesquisar
Artigos Relacionados