Relacionamentos e as redes sociais, cuidados que se deve tomar

Relacionamentos e as redes sociais, cuidados que se deve tomar

O mundo das redes sociais conquistou de vez uma grande parcela da população. As relações amorosas e as relações entre pessoas mudaram muito por conta disto, nos últimos dez anos a tecnologia evoluiu muito e muito mais pessoas passaram a ter acesso a essas tecnologias.

Atualmente a era das redes sociais é um dos maiores fenômenos mundiais. Uma pesquisa realizada pela editora americana Harlequin constatou que cerca de 72% de todas as mulheres solteiras entrevistadas faziam posts no Facebook para chamar a atenção de uma pessoa específica.

Na mesma pesquisa também foi publicado que 67% das pessoas que participaram do estudo preferem utilizar a rede social para flertar, ficando assim a frente de bares, restaurantes, danceterias e outros locais onde a interação humana é mais próxima.

Com tudo isto a pesquisa divulgou alguns problemas que podem se elevar nesta era das redes sociais. O principal deles é o status de relacionamento na página do Facebook. Este status deve ser claro para os envolvidos, ou é solteiro ou namorando, ou noivo, ou casado. O status precisa ser igual para o casal e, se a pessoa altera o status assumindo um compromisso e a outra pessoa não, algo pode dar errado.

O controle de acesso do casal também é um dos problemas listados. O acesso às informações publicadas na timeline deve ser total para ambos. Se existe algum tipo de seleção sobre a informação que o parceiro pode visualizar há indícios de que algo pode estar caminhando para um relacionamento não muito próspero.

Com o Facebook surgiu um novo problema para casais e relacionamentos, o botão “curtir”. Antigos casos, como namoros, às vezes continuam na lista de amigos e o ciúmes pode falar mais alto quando esta pessoa curte tudo que é publicado na timeline. O negocio é “não dar nenhuma bola”, mas segundo a revista, mulheres se importam com isso muito mais do que deveriam.

Outro fator listado pela revista é o chamado “Oversharing”, quando a pessoa fala demais, quer dizer, brigas de casal em público. Expor situações que na hora parecem ser graves demais e depois, de cabeça fresca, percebe-se que nem eram graves e ainda por cima foi exposto publicamente. Nesses casos, a revista indica que os problemas de casais devem ser solucionados e discutidos sempre pessoalmente, já que na internet nada se perde, uma vez publicado deixa rastros.

Como evitar brigas em casa

Confira as dicas de Como evitar brigas em casa.

Evitando brigas com o cônjuge

Como evitar brigas em casa Saiba Como evitar brigas em casa

Viver em família ou com outras pessoas que não sejam parentes nem sempre é uma tarefa fácil, já que os indivíduos sempre possuem opiniões que divergem entre si. Em uma relação de marido e mulher, por exemplo, sempre há discussões e discórdias, mas deve-se saber como evitar brigas em casa para manter um melhor relacionamento.

A primeira recomendação, nesse caso, é entender a raiz do problema. Casais que costumam brigar demais geralmente podem estar discutindo pela mesma coisa sempre, mas nem percebem. Para esta situação vale uma conversa franca e sem rodeios entre os dois. Quando o outro começar a gritar, uma das dicas de como evitar brigas em casa é não discutir e esperar a cabeça esfriar para voltar ao assunto.

Conheça Como evitar brigas em casa

Como evitar brigas em casa: melhorando o relacionamento entre irmãos

Outro problema para as pessoas que possuem irmãos é a divergência de opiniões e gostos, que acabam gerando confrontos. Também há o clássico caso de disputa pela atenção dos pais, que pode ser mais recorrente na fase da infância e da adolescência. Uma das indicações de como evitar brigas em casa com os irmãos é o de tentar se dar bem com eles, ouvindo suas críticas e opiniões.

Tente sempre negociar. Se ambos querem ver TV ao mesmo tempo, mas em programas diferentes, procure negociar o melhor horário para que todos se sintam melhor. Se o problema for enquanto os irmãos ainda são crianças, a dica de como evitar brigas em casa é que haja a interferência dos pais.

Confira Como evitar brigas em casa

Como evitar discórdias com parentes

Já quem quer saber sobre como evitar brigas em casa pode ter problemas com os parentes que moram na mesma casa ou não. Relacionamentos com a sogra e cunhados, por exemplo, merecem um cuidado especial. Tente ser agradável para a mãe e irmãos de seu cônjuge, lembrando que eles são parte especial da família do outro. Procure não dar bola para comentários que julgar ofensivos, mas sempre ser forte e responder às perguntas de forma firme.

Como evitar brigas em casa - saiba mais

Como evitar brigas em casa: quem não mora com a família

Já quem mora com colegas em uma casa ou apartamento ou ainda vive com pessoas desconhecidas, como em pensionatos, deve também saber como evitar brigas em casa. Ninguém se conhece realmente até que se convive junto e este é o caso de muitas pessoas que se mudam para estudar ou trabalhar, por exemplo. O diálogo franco é válido para todas as relações, mas também há outras formas de se conservar de discussões desnecessárias.

Procure não invadir o espaço do próximo e nunca mexer nas coisas alheias, sem a permissão do outro. A raiz de muitas discórdias pode ser esse tipo de situação, quando uma pessoa não gostou de que o colega abrisse seu guarda-roupa ou coisas desse tipo. Outra das recomendações de como evitar brigas em casa é ainda tentar que problemas pessoais ou profissionais não interfiram no relacionamento. Quando estiver irritado ou mais agressivo, se afaste do colega de casa, por exemplo.

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados