Pteridófitas

links patrocinados

Pteridófitas

Pteridófitas

As pteridófitas – pteridophyta – fazem parte de um grupo de plantas vasculares que não apresentam sementes, porém, contam com raízes, caules e folhas em sua composição, chamada de “cormo”. As plantas mais conhecidas deste grupo são as samambaias e também a cavalinha.

A classificação das pteridófitas é realizada em uma esquema criado por Smith, que conta cinco classes, onze ordens e dezena de famílias, que são as responsáveis por determinar qual é o tipo do vegetal.

Reprodução pteridófitas

Uma das principais características das pteridófitas é a sua reprodução. O ciclo de vida deste tipo de vegetal é formado dois duas classes alternantes. A primeira é chamada de fase gametofítica, que é composta pelo gametófito, a fase esporofítica, que tem como fase o esporófito.

Nestas plantas, a fase do esporófito é considerada como a fase dominante, que é a maior parte. Com isso, as pteridófitas se diferencia das briófitas, com conhecidos musgos, que são o grupo de plantas que originou neste grupo.

O esporófito é responsável pela produção do esporos, que são distribuídos através do vento. Estes esporos são responsáveis por portar a metade dos cromossomos. Uma vez que estes esporos encontrem condições de reprodução na terra, realizam a germinação e geram o protalo.

O protalo é um tipo de vida curta, responsável por produzir as gametas, que original um novo tipo de planta. Os gametófitos são considerados um tipo de vida transitória, que também precisa de condições favoráveis para conseguir e reproduzir. Este corpo é responsável por conter a parte “sexual” e assim conseguir fecundar o gérmen já criado pelo esporófito. As gametas são responsáveis por produtos as gametas masculinas e femininas.

Plantas características pteridófitas

As pteridófitas mais conhecidas são as avencas e as samambaias, que são folhagens utilizadas de forma ornamental. Estas plantas são consideradas de vida longa e não apresentam muitos cuidados, precisando apenas de um ambiente úmido.

Ayurveda a Ciência da Longa vida

Ayurveda a Ciência da Longa vida

Ayurveda é o nome do conhecimento médico que foi desenvolvido cerca de sete mil anos atrás na Índia. Considerada um dos mais antigos sistemas medicinais que o homem tem conhecimento, a palavra ayurveda significa ciência da vida, em sânscrito, que é uma língua da Índia, utilizado nas liturgias do Hinduísmo, Jainismo e Budismo.

Ayurveda como medicina oficial na Índia

Até os dias atuais, essa prática médica é a oficial no país da Índia. Nos últimos anos, ela conseguiu atingir outros países mundo afora, reconhecida por suas técnicas eficazes como outra prática médica tradicional. No Brasil, os principais adeptos desta prática são os psicológicos e fisioterapeutas.

Considerada a mãe da medicina

A medicina Ayurveda é mundialmente conhecida como a mãe da medicina. Os seus estudos e princípios foram a base para o desenvolvimento de vários estudos da medicina, entre elas a chinesa, romana, árabe e grega. Entretanto, a principal referência foi para a medicina do Japão, que tinha a mesma necessidade dos que habitavam na Índia.

Com uma população muito pobre e muito grande, necessário era criar uma medicina barata para atender a estas populações. É por essa razão que encontra-se até hoje fortes conceitos de ayurvédica na medicina dos japoneses.

Ayurveda como uma ciência integrada

A doença para a Ayurveda, é muito mais que sintomas desagradáveis que se manifestam em seu processo natural, vindo a ser perigosa para a vida do sujeito. Ela entende que a doença começa muito antes destes sintomas virem à tona. Assim, necessário é que as pessoas tenham certos hábitos para que possam combater as doenças, pois pequenos desequilíbrios podem aumentar com o passar do tempo, originando assim muitas enfermidades.

Os cinco elementos

A Ayurveda baseia-se através do sistema filosófico chamado samkhya. Este sistema filosófico que também foi desenvolvido na Índia, juntamente com o Yoga. Através deste sistema, ele se baseia nos cinco elementos que são eles o éter, ar, fogo, água e terra, considerado assim toda a manifestação material do universo.

Massagem ayurvédica

Existe a massagem Ayurvédica, que é considerada como uma das principais técnicas utilizadas pelos terapeutas e médicos ayurvédicos. Ela é indicada para tratamentos de quase todas as doenças, como alergias, estresse, estafa, fadiga, depressão, dependência química, entre outras.

Pesquisar
Artigos Relacionados