Obesidade e Emagrecimento

links patrocinados

Obesidade e Emagrecimento

Obesidade e Emagrecimento

Falar de obesidade atualmente é quase normal, sendo que cada vez mais há espaço para discussão. Além de tudo, os dados relacionados à obesidade se tornam fonte de pesquisa, as quais tentam achar maneiras eficazes de combater esse mal tão comum em nossa sociedade, que está cada vez mais atarefada e com pouco tempo para cuidar do corpo e da alimentação.

Obesidade

Acúmulo excessivo de gordura é o que caracteriza a obesidade, que, dependendo do grau, é considerada uma doença. Isso deve ao fato de as pessoas obesas apresentam problemas de saúde decorrentes do excesso de peso e, de modo geral, são problemas sérios e que significam risco de morte ao obeso.

A obesidade é conseqüência desde comportamentos alimentares até a predisposição genética e fatores ambientais, sendo assim, é sempre importante estar de olho na alimentação e no aumento de peso, principalmente em crianças.

O nível normal de gordura é o equivalente a cerca de 20% do peso do indivíduo, e o excesso desse nível merece atenção e é decorrente da ingestão de alimentos em excesso e pouca queima de gordura.

Complicações

Entre as principais complicações do aumento de peso muitas vezes não são visíveis, até porque obesidade não tem sintomas, mas um dos principais sinais está no próprio corpo que ganha proporções maiores, ou seja, o principal sinal da obesidade está na parte estética, o que gera muitas vezes problemas psicológicos, pois o indivíduo deixa de fazer determinadas atividades por se sentir mal, devido ao peso.

Mas há também complicações decorrentes desse peso em excesso como: diabetes, hipertensão, aumento do colesterol e doenças cardiovasculares. Da mesma forma, os movimentos de uma pessoa obesa também são afetados, podendo os membros inferiores e a coluna apresentar problemas, assim como as articulações.

Grau de obesidade

Para se saber qual o grau de obesidade de uma pessoa é através do cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC), que é calculado dividindo o peso em kg pela altura elevada ao quadrado e o resultado demonstra qual é o grau de obesidade. O valor saudável é entre 18 a 24,9; já valores entre 25 a 29,9 é sobrepeso ou pré-obesidade. Entre 30 a 34,9 já entra em obesidade de grau I; a obesidade grau II se enquadra com resultados entre 35 a 39,9 e a obesidade grau III ou obesidade mórbida é para resultados a partir de 40.

Os casos de obesidade mórbida são os mais graves, pois os riscos ao sujeito são extremos e na maioria desses casos os pacientes são encaminhados para realização de cirurgias que são maneiras mais efetivas e rápidas de se combater a obesidade mórbida.

Cuidados e emagrecimento

Uma das maneiras para se evitar ou retardar casos de obesidade é a adoção de hábitos saudáveis, como uma boa alimentação e atividade física diária, sendo que apenas os casos mais graves devem ser encaminhados para a realização de cirurgia e também para o uso de medicamentos. Nestes casos é imprescindível o acompanhamento de um médico, e em alguns casos acompanhamento psicológico também é indicado.

Passar por um processo de reeducação alimentar é essencial, pois a pessoa aprende a se alimentar corretamente e a ingerir as quantidades necessárias de calorias, sem ter que abdicar de qualquer tipo de alimento.

E o exercício físico é outro importante aliado na busca do peso ideal, pois além de ajudar na perda de peso, ele ajuda na melhora a auto-estima, principalmente em casos mais acentuados de obesidade.

Fotos

Confira Fotos da Obesidade e Emagrecimento:

Obesidade e emagrecimentoObesidade e emagrecimento
A obesidade acarreta em vários problemas de saúdeA obesidade acarreta em vários problemas de saúde
Se você estiver com sobrepeso procure um médicoSe você estiver com sobrepeso procure um médico

Pesquisar
Artigos Relacionados