O Amarelinho

links patrocinados

Sobre O Amarelinho

O Amarelinho

Apesar de todas as vantagens trazidas pela Internet, quem está à procura de emprego não pode deixar de lado os tradicionais classificados impressos. O mesmo vale para empresas que estão oferecendo vagas. Por isso, se você deseja encontrar um novo trabalho, ou se sua empresa está com vagas em aberto, o jornal O Amarelinho é o veículo ideal para você.

História

O jornal O Amarelinho foi criado por Edimilson Carvalho após uma situação inesperada. Carvalho atuou por cerca de 20 anos em uma empresa de jornalismo que decretou falência. Esta empresa atuava no segmento dos jornais de bairro e de classificados de emprego. As páginas do jornal de empregos, de cor amarela, foram pensadas para chamar a atenção dos consumidores, pois todos os outros periódicos tinham a cor tradicional do papel-jornal. A estratégia deu tão certo que o Jornal Novo Emprego começou a ser conhecido nas ruas como O Amarelinho.

Com a falência da antiga empresa onde atuava. Edimilson reuniu alguns dos profissionais que também perderam o emprego e decidiu lançar seu próprio jornal, pensando em disputar mercado com publicações consagradas, como os cardernos de empregos de jornais como Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo.

Diferencial

O grande diferencial do Amarelinho é que o jornal não se limita apenas a oferecer vagas de emprego. A publicação possui, também, reportagens voltadas para o mercado de trabalho, deixando de ser apenas um classificado para se transformar em um jornal segmentado.

A ideia deu certo: hoje, o Amarelinho é um dos líderes de vendas em todo o estado de São Paulo, superando a marca diária de 80 mil exemplares comercializados. Em 2010, por exemplo, a publicação ficou à frente dos tradicionais Jornal da Tarde, Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, Lance! e Agora São Paulo.

Conteúdo

O Amarelinho é um jornal de oito páginas. Além da capa e do expediente, podemos encontrar matérias sobre o mercado de trabalho, geralmente apresentando pesquisas sobre a área de recursos humanos para enriquecer os conteúdos. Há duas páginas com ofertas de emprego, além de outra que informa sobre estágios, cursos e concursos públicos.
Além da versão impressa do Amarelinho, é possível ter acesso a informações de emprego também no site da publicação. Curiosamente, apesar do grande número de exemplares vendidos todos os dias, cerca de 64% dos leitores do jornal possuem acesso à Internet. A versão impressa vai às bandas semanalmente, todos os domingos, na Grande São Paulo e em algumas regiões do litoral.

Além das vagas de emprego, no site também é possível acessar notícias sobre cursos e treinamentos oferecidos por empresas. Se você é um empregador e está precisando de bons profissionais, pode utilizar o formulário no site do Amarelinho para informar sobre os requisitos da vaga oferecida. A equipe do jornal organiza todas as vagas disponíveis em seções como marketing, saúde, confecção, comércio e dezenas de outras. Assim fica muito mais fácil encontrar exatamente o que você deseja. Se você ainda não conhece todas as vantagens do Amarelinho, confira agora mesmo!

Fotos

Confira Fotos sobre O Amarelinho:

Conteúdo jornal O Amarelinho Concursos O Amarelinho Jornal O Amarelinho concursos Matérias O Amarelinho

Pesquisar
Artigos Relacionados