Mercosul 2010

links patrocinados

Mercosul 2010

Mercosul 2010

Sobre o Mercosul 2010

O Mercado Comum do Sul, mais conhecido como Mercosul, é o bloco econômico formado por alguns países da América do Sul: o Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. A Venezuela está para entrar no bloco, visto que já tem a aprovação do Brasil, da Argentina e Uruguai, dependendo apenas da aprovação do Congresso Nacional paraguaio.

Enquanto outros blocos econômicos surgiram, cresceram e ajudaram a desenvolver os países-membros, o Mercosul ainda engatinha e tem muito para ser modificado e melhorado. Mas uma ideia que deverá entrar em vigor em 2010 pode contribuir com o aperfeiçoamento do bloco.

Mudanças

Foram anos de discussão, de lutas e de brigas entre os países-membros do Mercosul. Cada um queria que o bloco favorecesse mais o seu país, o que acabou prejudicando a visão que a população e também outros países têm do bloco. No entanto, uma medida estipulada em 2010 visa acabar com esse problema.

Um dos grandes problemas do Mercosul é não ter uma moeda única. Utilizar o dólar como moeda padrão dificulta as importações e exportações e faz com que os empreendedores individuais não tenham muitos benefícios ao expandir seus negócios.

Para resolver tudo isso, foi pensada na possibilidade de utilizar uma moeda única, assim como a União Européia (que criou o Euro). A criação de uma única moeda para valer entre todos os países membros do Mercosul com certeza facilitaria muitas transações econômicas, mas colocar isso em prática não é tão simples.

Substituição do dólar

Ficou, então, estabelecido pelos países-membro do Mercosul que a partir de 2010 o dólar deixaria de ser a moeda vigente dentro do bloco, o que representa cerca de 3% de economia com gastos que eram voltados a estas transações, como a troca cambiária, por exemplo. O Brasil e a Argentina foram os primeiros países a comercializarem seus produtos com moedas locais, que vem acontecendo desde 2008.

Para 2010 a meta era de que Paraguai e Uruguai já incorporassem esse sistema, fazendo com que todos os países do bloco adotassem a mesma postura financeira. O problema dessa mudança é que, no caso paraguaio, eles precisariam modificar o sistema de pagamentos internacionais.

Países do Mercosul

Países do Mercosul

Mercado Comum do Sul – Mercosul é um acordo econômico entre os países: Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. O principal objetivo desse acordo é instaurar taxas comuns, ou a isenção desta, de importação e exportação entre os países membros, facilitando, dessa forma, a entrada e saída de produtos a serem comercializados nesses países. Além disso, o desembaraço alfandegário propõe que as pessoas desse países circulem livremente nesses locais.

Fundação e questões do Mercosul

A princípio, em 1990, foi feito um acordo econômico entre o Brasil e a Argentina, e em 1991, Uruguai e Paraguai passaram a integrar esse acordo, chamado na época, de Tratado de Assunção. Embora a criação desse acordo tenha ocorrido apenas nessa época, a intenção de englobar um mercado comum entre os países da América Latina, surgiu na década de 80. O Mercosul, hoje, é considerado um importante bloco econômico em todo o mundo, e isso é importante para o crescimento desses países membros. O objetivo é que um dia esse bloco consiga ser forte o suficiente como outros blocos de extrema importância no mundo, como o Nafta e a União Europeia.

Projetos, vantagens e países associados

O acordo estabelece igualdade no que se refere a juros e taxas inflacionárias, para que não ocorra uma disparidade econômica entre esses países. Além disso, o Mercosul possui projetos que visam englobar ainda mais esses países, como por exemplo, a circulação de uma moeda única nos países membros, conforme ocorre com a União Europeia, que possui o euro. Isso se deve a disparidade e diversidade entre as moedas que existem em todos esses países.

Além dos países membros, o Mercosul também conta com aqueles que são associados ao tratado, como a Bolívia, Chile, Equador, Colômbia e Peu. E o México é considerado o país observador no tratado. Esse países associados possuem projetos e objetivos de aderir ao grupo econômico.

Paraguai temporariamente excluído do acordo

Em junho de 2012, o Paraguai enfrentou uma crise política, tudo isso de deve a deposição do ex-presidente do país na época, Fernando Lugo, este, foi deposto do cargo em um julgamento que ocorreu no Senado. Os demais países membros, Brasil, Argentina e Uruguai, entenderam que essa ação foi proposital e que está contra as ações democráticas dos demais países. No entanto, a suspensão do Paraguai no Mercosul é temporária, já que, essa decisão esta tomada até as próximas eleições que deverão ocorrer em abril de 2013.

Questão da Venezuela no Mercosul

A entrada da Venezuela no Mercosul enfrentou um longo processo de aceitação. Desde 2006, o país está em processo de aceitação pelos países membros. Em julho de 2012, o Mercosul aprovou a Venezuela oficialmente como um país membro do acordo. Esta aprovação teve razões e objetivos lógicos, já que o Paraguai está participando de forma frágil do Mercosul. O Paraguai, no entanto, considera que essa entrada da Venezuela não é válida, já que, o Mercosul necessita ter um comum acordo entre os países membros, e o Paraguai não participou dessa decisão.

Fotos

Confira Fotos sobre Países do Mercosul: Quais países fazem parte do Mercosul Bandeiras Países do Mercosul Presidentes Países do Mercosul Cúpula Países do Mercosul

Pesquisar
Artigos Relacionados