Lixo Reciclado

links patrocinados

Lixo Reciclado

Lixo Reciclado

A quantidade de lixo produzida todos os dias pelos habitantes das cidades faz com que esses resíduos sejam um grande problema para os governantes, para o meio ambiente e, claro, para a própria população que o fabrica. De alguns anos para cá a preocupação ambiental vem conquistando seu lugar nos grupos de discussão e algumas coisas estão sendo incentivadas para ajudar a preservar o país.

Uma dessas ações – e a mais simples delas – é reaproveitar o lixo, fazendo a reciclagem. Existem diversos tipos de materiais que vão para o lixo, mas ainda possuem utilidade. Uma das principais fontes de lixo que ainda pode ser reutilizado são as embalagens de produtos de limpeza e comida.

O que é lixo reciclável

O lixo reciclável é aquele material que pode ser reutilizado, criando novos produtos. Daí a utilização cada vez maior de lixeiras diferenciadas para vidro, papel, lixo orgânico e metal. No entanto, de nada adianta a divisão das lixeiras se a população não obedecê-la. Outra coisa importante é que essa divisão seja feita também em casa, no lixo doméstico.

A separação deixa mais fácil a coleta seletiva, que é justamente a coleta diferenciada para aqueles lixos orgânicos, que não têm mais utilidade, e os recicláveis. Os materiais que podem ser utilizados para a reciclagem são o vidro, o plástico, o papel, o papelão, ferro, aço e alumínio.

Estes materiais podem ser transformados em outros produtos ou podem até mesmo ser reutilizados como produtos da casa, vasos de flores, etc. A necessidade de se reutilizar esses materiais fez com que novas atividades fossem criadas, como o artesanato com produtos reciclados.

Artesanatos

Os materiais reciclados dão origem a diferentes produtos. Da garrafa de refrigerante é possível fazer castiçal, porta caneta, árvore de natal e até mesmo vassoura. O papel pode ser reciclado em casa e dar forma à agendas, cadernos, blocos de anotação, entre outros. O alumínio também pode dar origem a peças de decoração caseiras.

Já o ferro e aço devem ser reciclados por empresas especializadas. O ferro pode ser reaproveitado na confecção de mesas, cadeiras, estantes, grades, e outras coisas. Com o aço também é possível fazer diversas coisas, entre elas, peças de decoração.

Coleta Seletiva

Coleta Seletiva

A preocupação com o meio ambiente está cada vez mais nos centros de discussões. O mau uso que o homem faz dos recursos naturais tem despertado a preocupação dos ambientalistas, pois os recursos naturais do planeta podem acabar em poucos anos.

Entre tantas ações de conscientização que vêm sendo promovidas, uma delas é a coleta seletiva. Ela deve se tornar uma prática cada vez mais constante e que precisa ser realizada independente do lugar, em casa ou nos lugares públicos. A questão é que quanto mais reutilizarmos os materiais, mais preservamos o planeta.

É claro que apenas a coleta seletiva não dará conta de resolver a situação crítica em que o mundo se encontra, mas ameniza a situação e diminui a quantidade de resíduos reutilizáveis na natureza. Quanto mais reaproveitamos, mais contribuímos para que a Terra seja cada vez mais preservada.

O que é a Coleta Seletiva

A coleta seletiva é a prática de recolher materiais que podem ser reciclados e que são separados antes de serem jogados no lixo. Por isso, em vários locais existem lixeiras com a seguinte divisão: lixo orgânico, vidro, metal, plástico e papel. Essa classificação é representada pelas cores: branco, verde, amarelo, vermelho e azul.

Só que para que a coleta seletiva seja eficaz, as pessoas precisam obedecer a essa classificação. Cada uma dessas lixeiras deixa separados os resíduos e as pessoas devem jogar cada lixo no seu local correto. Assim, a coleta seletiva é facilitada e também é evitada a contaminação dos materiais reaproveitáveis, aumentando o valor para quem os vende na reciclagem.

Muitas pessoas trabalham diretamente com o reaproveitamento do lixo. No Brasil existem diversos barracões de reciclagem, que surgiram como forma de preservar o meio ambiente e acabou gerando uma renda extra para quem trabalha na reciclagem. Além disso, é possível produzir diversos produtos a partir de materiais reutilizáveis.

Com a coleta seletiva, uma das maiores vantagens é a preservação ambiental. Mas, por conseqüência, a nossa qualidade de vida também melhora, visto que a poluição diminui e a reutilização dos materiais aumenta. Se você ainda não separa o lixo na sua casa, comece a adotar este habito. Faz bem para você e faz bem para o planeta.

Pesquisar
Artigos Relacionados