INSS em atraso

INSS em atraso

INSS em atraso

Com o INSS em atraso o contribuinte fica com a situação irregular e com isso pode acabar sendo prejudicado na hora de reivindicar seus direitos. Isso porque, essas parcelas do INSS que ficam atrasadas podem impedir que o contribuinte possa se aposentar pelo tempo que trabalhou com a carteira assinada ou até mesmo solicitar auxílio-doença e seguro por invalidez.

Para pagar o que deve ao INSS é fácil. O contribuinte deve acessar a página do Instituto na internet e entrar no Cálculo INSS em Atraso. O site vai pedir que o contribuinte forneça informações como: informe o valor do salário mensal e o mês do salário que ainda não foi pago. O valor que aparece é com o acréscimo de uma multa que pode ser de até 20%. Se o INSS está em atraso por muito tempo e durante esse período o valor da contribuição mudou, além da multa o contribuinte paga também a correção monetária. A página do INSS também conta com uma tabela de contribuição em atraso que pode ser acessado pelo público e acaba esclarecendo as dúvidas das pessoas de como calcular oq ue deve pagar ao Instituto.

Conheça a página do INSS na web

O INSS conta com uma página na internet que visa atender melhor e mais rapidamente os contribuintes do INSS. O que o Instituto pretende é otimizar o tempo daqueles que usam os serviços dando a oportunidade para as pessoas de resolverem suas questões sem ter que se descolocar. Muitas dessas questões são simples e não exigem que a pessoa se desloque e vá pessoalmente até o INSS. Dessa forma, para evitar filas e clientes insatisfeitos o órgão criou uma forma de atendimento online.

O que é o INSS

O INSS é o Instituto Nacional de Seguridade Social e faz parte da Previdência Social do país. O INSS funciona do seguinte modo: um trabalhador paga taxas mensais para o governo e essa taxas são uma forma de seguro social. Essas taxas tem um valor calculado pelo governo e muda todo ano. Os valores pagos ao governo brasileiro servem como um seguro social e é fornecido aos trabalhadores em casos como o seguro desemprego, por exemplo, quando o contribuinte acaba saindo do emprego, mas ainda recebe o salário por mais três meses (tempo que o governo encara suficiente para que a pessoa encontre outro emprego).

Outras formas de ser beneficiário do INSS

Além do seguro desemprego, essas taxas também podem voltar para o governo como auxílio-doença e seguro por invalidez. O auxílio-doença é transferido para aquelas pessoas que comprovam (com uma série de avaliações e muita burocracia) que não podem trabalhar por causa de uma doença. Uma pessoa com câncer, por exemplo, pode solicitar o auxílio-doença e assim receber um salário mensal do governo. Esse auxílio não é permanente, como a aposentadoria, e sim provisório. Dessa forma, a pessoa que recebe esse tipo de beneficio pode usufruir do auxílio do governo durante o tratamento médico. Se durante o período de tratamento não houver melhora e o auxílio acabar, a pessoa pode solicitar outro tipo de seguro social.

O seguro por invalidez acontece de duas principais formas: a pessoa está com uma grave doença sem a possibilidade de melhora ou reversão da mesma ou a pessoa está impedida de trabalhar para sempre, por ser portadora de alguma deficiência seja física ou mental. Essa última condição ocorre mais vezes, muitas crianças, por exemplo, já são aposentadas por invalidez. Embora, para conseguir o benefício as pessoas tenham que passar por uma grande burocracia e tenham que realizar muitas avaliações médias, há muitas pessoas no país que conseguem o seguro.

Fotos

Confira Fotos do INSS em atraso:

INSS em atraso INSS em atraso INSS em atraso INSS em atraso

GD Star Rating
loading...
Pesquisar
Artigos Relacionados