IDESP 2012

links patrocinados

IDESP 2012

IDESP 2012

Sobre o IDESP 2012

Quando o assunto é educação pública no Brasil, parece que todo mundo tem uma opinião para dar. Na maioria das vezes, as discussões sobre esse tema acabam em um beco sem saída, que muito tem a ver com a falta de estímulo dos professores das redes municipais e estaduais.

Procurando resolver esse e outros problemas e, com isso, motivar alunos e professores (os primeiros sendo incentivados a aprender e os últimos sendo motivados a ensinar melhor), é que foi criado o IDESP (Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo).

O que é IDESP?

O IDESP é um indicador de qualidade das séries iniciais (2° ao 5° anos) e finais (6° ao 9° anos) do Ensino Fundamental e do ano final do Ensino Médio (3º ano). Esse indicador é uma nota de 0 a 10 que para ser calculada leva em consideração dois critérios complementares.

O primeiro deles é o desempenho dos alunos nos exames do SARESP (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) e o fluxo escolar, ou seja, o quanto as crianças e adolescentes aprenderam e quanto tempo demorou para que esse aprendizado se concretizasse.

Assim, a função do IDESP é dialogar com a escola, fazendo um diagnóstico de sua qualidade, evidenciando os aspectos em que precisa melhorar e sinalizando sua evolução ano a ano.

Prova do SARESP

Essa avaliação existe há 15 anos e também tem como meta avaliar a qualidade do ensino estadual, através do rendimento dos alunos nas provas. Os alunos das 3º, 5º, 7º e 9º ano do Ensino Fundamental e do 3º ano do Ensino Médio realizam uma avaliação ao final de cada ano letivo.

Bônus

Finalizada a nota do IDESP, ela servirá como base para o recebimento ou não de bônus salariais pelos professores da rede. Isto é, se os alunos obtiverem um bom desempenho, seus professores serão recompensados por isso. Caso os estudantes apresentem maus resultados, os professores ficam sem esse acréscimo salarial.

Como as avaliações acontecem ano a ano, é possível que os professores aprimorem os seus sistemas didáticos para que seus alunos apresentem desempenhos cada vez melhores. Então, além dos alunos aprenderem os conteúdos e adquirirem os conhecimentos, os professores são incentivados.

IDESP 2010

IDESP 2010

A Educação é um tema constante das políticas públicas realizadas pelos diversos entes federativos – Estados, Municípios e Governo Federal. N Brasil, atualmente, o sistema educacional é dividido entre Educação Infantil, para alunos na faixa etária dos 4 aos 5 anos; Ensino Fundamental, a fase mais longa, que corresponde à faixa etária dos 6 aos 14 anos; Ensino Médio, normalmente para alunos entre 15 3 17 anos; e, por fim, o Ensino Superior. Todas estas fases do ensino no Brasil são constantemente avaliadas pelo poder público.

No estado de São Paulo, por exemplo, um dos principais indicadores da Educação é o IDESP (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo), um relatório divulgado anualmente, que tem como objetivo fornecer um panorama o mais completo possível sobre a situação do ensino no estado.

Como funciona o IDESP

O IDESP tem como objeto de estudo o as séries iniciais – de 1ª a 4ª série – e finais – de 5ª a 8ª série – do Ensino Fundamental, além dos três anos do Ensino Médio. A avaliação do IDESP utiliza-se de critérios como o fluxo escolar e o desempenho dos alunos no Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp). Após a obtenção dos resultados, o IDESP mantém um contato periódico com as escolas, especialmente aquelas que não obtiveram resultados satisfatórios, com o objetivo de identificar os problemas e desenvolver soluções que se encaixem na realidade do estabelecimento de ensino.

IDESP 2010

Metas do IDESP por escola

Para individualizar seu diálogo com as instituições, o IDESP desenvolveu um sistema chamado de “meta por escola”. Estas metas são um conjunto de objetivos a serem alcançados pelas escolas, constituindo uma das informações mais importantes para o acompanhamento da instituição ano após ano. O IDESP atua em conjunto com professores, pais de alunos e gestores escolares, contando também com a participação ativa da comunidade, de modo a promover a evolução do ensino no estado de São Paulo.

Boletim das escolas

Boletins das escolas

Os relatórios do IDESP são finalizados, anualmente, com os boletins das escolas. Este sistema é semelhante ao boletim dos alunos, apresentando as notas que a instituição recebeu em diversos requisitos. Após uma série complexa de cálculos – a metodologia completa do relatório pode ser encontrada na página do IDESP na internet -, o instituto classifica as escolas nos níveis Avançado, Adequado, Básico ou Abaixo do Básico.

Classificação IIDESP 2010

Significado das classificações

O nível Avançado significa que os alunos têm domínio e conhecimento sobre as disciplinas, em uma condição além da requerida para a série em que estudam. O nível Adequado mostra que os alunos têm competências condizentes com a série em que estão no momento. A terceira classificação, Básico, denota um desenvolvimento parcial das habilidades e competências dos estudantes. Por fim, há o nível mais preocupante, Abaixo do Básico, que demonstram que os alunos têm competências e habilidades insuficientes em relação à série escolar em que estão. No site do IDESP, é possível encontrar os relatórios completos sobre cada uma das escolas avaliadas, entre os anos de 2007 e 2012.

Como funciona o IDESP 2010 Metas do IDESP 2010

Pesquisar
Artigos Relacionados