Guia de Carreiras – Nutrição

links patrocinados

Sobre Guia de Carreiras – Nutrição

Guia de Carreiras – Nutrição

A boa alimentação é uma das maiores preocupações de nossos tempos. Por isso, a função de nutricionista vem ganhando cada vez mais importância, seja em lanchonetes e restaurantes ou em empresas, hospitais e escolas. O nutricionista é considerado um profissional da saúde, e tem como responsabilidade o planejamento e a indicação da melhor maneira de se alimentar.

De acordo com Clara Freiberg, nutricionista e professora, os nutrientes que uma pessoa adquire com a alimentação são essenciais para a manutenção de uma boa saúde. A alimentação adequada também tem sido muito procurada por questões estéticas.

O curso

Quem deseja ingressar numa graduação em Nutrição receberá muitas noções de Biologia, Anatomia e Química, principalmente nos anos iniciais, quando o curso é mais parecido com outrs da área de saúde. Na parte final do curso, o foco está nas aulas práticas e estágios, que auxiliam no ingresso do graduado no mercado de trabalho.

Um bom nutricionista precisa saber trabalhar em grupo e se atualizar constantemente. Segundo Clara, profissionais que possuem iniciativa e espírito empreendedor não costumam ter dificuldades para conseguir um bom emprego. O salário inicial para os formados em Nutrição, de acordo com o Sindicato dos Nutricionistas de São Paulo, é de R$1700.

Tatiana Collese, nutricionista de um hospital em São Paulo, explica também que um profissional da área tem como obrigação estar sempre atualizado. Para ela, quem fica obsoleto não terá lugar no mercado. A nutricionista defende, também, a importância de se fazer pós-graduação após a conclusão do curso superior.

Segundo o Guia do Estudante, os melhores cursos de Nutrição do país são os da UFG, em Goiânia, o da UFV, em Viçosa, o da Universidade Federal do Recife e o da UFRJ, no Rio de Janeiro. O aprendizado sobre os alimentos envolve desde as técnicas de preparo à higiene alimentar. A graduação em Nutrição tem duração média de quatro anos.

Atuação

Diferente do que se costuma pensar, o nutricionista não precisa ser, necessariamente, um cozinheiro talentoso. O mais importante é que o profissional conheça profundamente os alimentos, especialmente no que diz respeito aos nutrientes. Somente desta forma é possível criar pratos saudáveis e acessíveis. Nas grandes empresas, que oferecem milhares de refeições diariamente a seus funcionários, o orçamento destinado às refeições costuma ser reduzido, o que faz com que o nutricionista precise aliar qualidade e preço baixo.

A preparação dos pratos desenvolvidos por nutricionistas fica a cargo de chefs de cozinha. A parceria entre nutricionistas e chefs é essencial para o funcionamento de uma cozinha, independente de seu tamanho e do número de refeições oferecidas.

Mercado

Estima-se que mais da metade dos brasileiros façam suas refeições, ou ao menos uma delas, fora de casa todos os dias. Por isso, a função de nutricionista vive uma expansão constante. Alguns programas do Governo Federal, como o Programa Nacional de Alimentação Escolar, também têm ajudado a impulsionar a carreira. Atualmente, o setor de saúde se apresenta como o principal empregador dos profissionais da área. O maior número de vagas se encontra na região sudeste.

Fotos

Confira Fotos sopbre Guia de Carreiras – Nutrição:

Área de trabalho Nutrição Onde trabalhar Nutrição Nutrição - Guia de Carreiras Alimentação Nutrição

Pesquisar
Artigos Relacionados