Guia de Carreiras – Meteorologia

links patrocinados

Sobre Guia de Carreiras – Meteorologia

Guia de Carreiras – Meteorologia

Pouca gente sabe, mas existem cursos superiores na área de meteorologia. Contudo, no Brasil existem apenas oito deles. O meteorologista é o profissional responsável por analisar fenômenos atmosféricos para compreender e auxiliar em problemas relacionados ao tempo. Mas o meteorologista também auxilia em estudos sobre impacto ambiental e os recursos naturais de nossa atmosfera.

Requisitos

Quem deseja atuar nessa área deve, antes de tudo, ter gosto por física e matemática, além de prestação de serviços. De acordo com Gustavo Escobar, que coordena o grupo de previsão meteorológica do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), o graduado em meteorologia tem duas grandes áreas a seguir. A maioria dos que se formam optam pelo carreira de pesquisador, permanecendo na vida acadêmica. Contudo, também é possível atuar na prática, em diversos institutos de estudos atmosféricos e previsão do tempo.

O curso

Na maioria das vezes, o curso sueprior em meteorologia se divide em dois momentos: no primeiro, os acadêmicos têm noções de cálculos númericos e física das nuvens. Na segunda parte do curso, as matérias são mais específicas da profissão, como climatologia, meteorologia básica e previsão do tempo através de cálculos e modelos conceituais. É neste momento, também, que os estudantes aprendem a analisar as informações obtidas pelos radares meteorológicos.

De acordo com Escobar, outras disciplinas merecem destaque na graduação em meteorologia, como cartografia, astronomia, computação e estatística. Também é importante o aprendizado de expressão oral e escrita. Escobar defende que um bom profissional deve saber falar e escrever bem, pois é ele quem produzirá os boletins de meteorologia para diversos especialistas e também para o público leigo – principalmente através da previsão do tempo que vai ao ar em jornais televisivos.

Segundo informações do Ministério da Educação (MEC), todas as oito universidades brasileiras que oferecem o curso de meteorologia no Brasil são da rede pública. Cada instituição estipula a duração do curso, mas existe um requisito mínimo de carga horária, que são três mil horas.

Atuação

No Cptec existem doze profissionais responsáveis pela previsão do tempo. Antes de se redigir as informações que chegam aos jornais, estes profissionais analisam a situação meteorológica para determinar as condições da atmosfera. A partir daí, são realizados diversos cálculos para que se possa prever a situação climática dos dias seguintes.

É comum que a previsão do tempo seja muito criticada pelos telespectadores, que costumam afirmar que há muitos erros nos prognósticos. Contudo, Escobar lembra que a previsão do tempo não é uma ciência exata. O que os meteorologistas fazem é interpretar simulações climáticas realizadas por computador, através de equações matemáticas e físicas.

Apesar de ser a profissão mais conhecida nesta área, o profissional não precisa atuar necessariamente com a previsão do tempo para o grande público. Os cálculos realizados em relação à atmosfera auxiliam equipes de navegação e aviação, além da agricultura. Segundo Escobar, a meteorologia é uma área que precisa de cada vez mais profissionais. O salário inicial no setor é de R$3 mil, com carga horária de seis horas diárias.

Fotos

Confira Fotos sobre Guia de Carreiras – Meteorologia:

Profissão Meteriologista Metereologia Guia de Carreiras Área de atuação Metereologia Mercado de trabalho Metereologia

Pesquisar
Artigos Relacionados