Força Aérea Brasileira – FAB

links patrocinados

Força Aérea Brasileira - FAB

Força Aérea Brasileira

Sobre a Força Aérea Brasileira – FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB) faz parte da força armada brasileira e é a responsável pela segurança do espaço aéreo do Brasil e do combate armado com aviões. A FAB é a maior em poder de fogo, contingente e frota da América Latina.

Criação da Força Aérea Brasileira – FAB

A FAB foi criada com o pensamento na Segunda Guerra Mundial. O governo brasileiro sentiu a necessidade de unificar as frotas de aviões do exército e da marinha em um único setor, incluindo também a criação de um ministério exclusivo para os assuntos deste setor.

Após uma ampla campanha na imprensa o então presidente Getulio Vargas criou em 1941 a nossa Força Aérea Brasileira. Ela foi criada em pleno período de guerra e já foi para combate, fazendo parte da força expedicionária brasileira.

Comando da Força Aérea Brasileira – FAB

A FAB é comandada e organizada pelo Comando da Aeronáutica (COMAER), no qual participam quatro comandantes (Comando-Geral de Operações Aéreas, de Apoio, de Pessoal e de Tecnologia Aeroespacial) e dois departamentos (Departamento de Controle do Espaço Aéreo e de Ensino da Aeronáutica).

Efetivo da Força Aérea Brasileira – FAB

No cálculo realizado em 2007, a FAB contava com 73.110 pessoas no efetivo, no qual 65.610 militares e 7500 civis. Desses, 8864 são oficiais, 25.472 sargentos e 31.274 cabos e soldados.

Existem várias instituições que formam pessoal para trabalhar na Força Aérea Brasileira, sendo três de grande destaque: Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAr), Academia da Força Aérea (AFA) e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Academia da Força Aérea

Academia da Força Aérea

Sobre a Academia da Força Aérea

Da mesma maneira como muitos jovens pensam automaticamente em seguir a carreira profissional a partir de um curso de ensino superior, outros tem a mesma tendência em se alistarem para fazerem parte da academia militar. Para os homens, esse alistamento é obrigatório quando completem a maioridade, mas muitos realmente só o fazem por obrigação.

Os primórdios da AFA

Para aqueles que gostam da idéia de partir para uma carreira militar, uma das opções é fazer parte da Academia da Força Aérea. A instituição existe desde a época da I Guerra Mundial, pois foi fundada justamente com o intuito de pensar em estratégias e conseguir construir uma equipe e estrutura adequadas para aquela situação.

O Decreto para a criação da AFA foi assinado e aprovado em 1916 e deu-se início ao processo de consolidação da Escola de Aviação Naval. Ao mesmo tempo, o governo também encontrava recursos para conseguir adquirir os primeiros aviões militares brasileiros.

Mesmo com a estrutura encaminhada, a escola propriamente dita de aviação só ganharia corpo depois que a Guerra teve seu fim declarado. Assim, a partir desse momento, foi investido na infra-estrutura, na contratação de professores, em equipamentos e aviões, entre quaisquer outros materiais necessários para o funcionamento pleno daquela academia.

Objetivos da AFA

Atualmente, a AFA fica localizada na cidade de Pirassununga, no interior de São Paulo. As missões estabelecidas como de realização da AFA são formar Oficiais de Carreira da Aeronáutica dos Quadros de Oficiais Aviadores (CFOAV), Intendentes (CFOINT) e de Infantaria da Aeronáutica (CFOINF).

Assim como em qualquer outro ramo profissional, a AFA também tem que zelar pelo desenvolvimento da conduta de seus alunos, com a preocupação nos padrões éticos, morais, cívicos e sociais. Além disso, a AFA tem como missão prestar cuidados nas questões profissionais, militares e intelectuais de seus mais novos profissionais. Desse modo, a formação acadêmica na AFA passa a ser tão rígida quanto qualquer outra.

Hoje, o comandante da AFA na cidade de Pirassununga é o Brig Ar Carlos Augusto Amaral de Oliveira, que tomou posse em 2011. Além do atual representante, a AFA conta com outro 36 comandantes na história do seu desenvolvimento.

Pesquisar
Artigos Relacionados