Festival de piadas – Record

links patrocinados

Festival de piadas - Record

Festival de Piadas – Record

A Rede Record de televisão entrou no ar no dia sete de setembro de 1953 com o programa musical Grandes Espetáculos União. A emissora paulista, fundada por Paulo Machado Carvalho, é a mais antiga do Brasil. A emissora foi chefiada por Paulo Machado Carvalho até o final da década de 1980, quando Edir Macedo, o criador da Igreja Universal, a comprou.

Sobre a Rede Record de televisão

A Record ocupa atualmente o posto de vice-líder da audiência, ficando atrás apenas da Rede Globo. Durante os primeiros anos de existência a emissora conseguiu se manter na posição mais alta em termos de audiência, mas os investimentos precários na década de 70 contribuíram para o declínio.

Hoje a Rede Record é responsável por treze emissoras próprias, presentes em oito estados brasileiros, e também por mais de noventa afiliadas. A Record Internacional garante ainda que os programas da emissora sejam exibidos em mais de cem países.

Festival de piadas - Record - Show do Tom

A emissora concentra desde sempre seus esforços e recursos financeiros no telejornalismo e começou a produzir novelas regularmente a partir de 2004, após o sucesso de Escrava Isaura. A emissora paulista também produz com maestria programas de entretenimento e reality shows.

Sobre o programa Show do Tom

O programa Show do Tom foi exibido entre setembro de 2004 e dezembro de 2011. Inicialmente, o programa de auditório apresentado por Tom Cavalcanti foi exibido aos sábados à noite, mas foi transferido para as noites de segunda-feira a partir de 2010.

Festival de piadas - Record - participantes

Para integrar o time de apresentadores da Rede Record o humorista Tom Cavalcanti teve de deixar a Rede Globo, e por isto muitos dos personagens criados pelo artista na época em que era contratado da emissora carioca não puderam ser novamente encenados por Tom na Record. Sendo assim, a produção do programa investiu em quadros humorísticos para que Tom Cavalcanti pudesse colocar seu talento para a comédia em ação.

Entre os quadros que fizeram parte do programa estavam Sedentários, que parodiava o programa da casa Legendários; Barracos de Família, também paródia de um programa do SBT, Casos de Família; Mister Geme, a Volta do Mágico Descarado, apresentado por Tiririca e com a criação de truques de mágica fajutos; Arquivo Tomfidencial, em que artistas eram entrevistados por Pedro Manso e satirizados por Tom Cavalcanti; O Infeliz, paródia do reality O Aprendiz; Humor à Prova D’Água, um game show com a participação de artistas e humoristas; Jarilene, apresentado pela personagem Jarilene, uma empregada doméstica folgada e Festival de Piadas.

Sobre o quadro Festival de Piadas

O Festival de Piadas, um quadro fixo da atração, teve oito edições e tinha como principal objetivo revelar novos talentos do humor. Os produtores do quadro realizaram, a cada edição, seletivas em diversas cidades do país com o intuito de selecionar candidatos, que posteriormente participavam de eliminatórias no palco do programa, sendo julgados por humoristas como Carlinhos, Ciro Santos, Zebrinha, Marlene Silva, Rossini e Vinícius.

Os prêmios para os humoristas vencedores mudaram ao longo dos anos, mas na última edição o ganhador levava para casa um carro zero quilômetro.

Show do Tom Festival de piadas - Record Festival de piadas - Record - imitações

Festival de piadas – Record

Confira um vídeo sobre o Festival de Piadas do Show do Tom:

Pesquisar
Artigos Relacionados