Fazenda Distrito Federal DF

links patrocinados

Fazenda Distrito Federal DF

Fazenda Distrito Federal DF

Sobre a Fazenda Distrito Federal DF

A Secretária de Estado de Fazenda do Distrito Federal – DF, funciona em 10 lugares e mais a Agência Empresarial, que atende somente os 500 maiores contribuintes do ISS e do ICMS do DF, os substitutos tributários externos inscritos no CF/DF e todos os Órgãos Públicos da Administração Pública Direta e Indireta, Federais e Distritais.

A Secretária de Estado de Fazenda do Distrito Federal atende a todo o Distrito Federal. Isso inclui todas as cidades da unidade federal, inclusive Brasília. Por isso, a Secretaria de Estado precisa de postos de atendimento ao cidadão.

Para o atendimento do cidadão, há um posto na Rodoviária do Plano Piloto. Sobre o questões empresariais, o cidadão pode dirigir-se a Taguatinga, no Shopping Top Mall. Em Ceilândia, o posto de atendimento se localiza no Edifício Serra Shopping. Em Gama, é só dirigir-se ao Gama Shopping.

Como funciona

A Secretaria de Estado da Fazenda se estrutura da seguinte forma: Subsecretaria de capacitação de recursos, Gabinete do secretário, Unidade de Administração Tecnológica, Unidade de Administração Geral, Subsecretaria do Tesouro, Subsecretaria da Receita. Também há o Tribunal Administrativo de Recursos Fiscais, Assessoria Especial de Tecnologia da Informação e o Banco de Brasília.

A internet tem facilitado muito o atendimento e a prestação de serviço da Secretaria da Fazenda. Pelo site é possível ter informações sobre IPTU, TLP, sobre legislação tributária, entre outras.

Através do Portal do Cidadão, é possível acessar as notícias, prazos e formulários relativos aos impostos que todo contribuinte deve pagar anualmente, como IPTU e IPVA. É através deste portal também, que o cidadão tem acesso à transparência das contas do governo.

Secretaria da Fazenda do Amazonas - AM

Secretaria da Fazenda do Amazonas – AM

A Secretaria da Fazenda do Amazonas tem como principal objetivo coordenar, planejar, executar e analisar todas as leis que determinam a policia fiscal e tributária do estado. Ainda, ela é responsável por realizar a gestão de todos os recursos financeiros disponíveis e ainda como é feita a sua distribuição para os municípios.

Para garantir uma melhor atuação, a Secretaria da Fazenda do Amazonas é dividida em outras duas subsecretarias, a Subsecretaria do Tesouro Nacional e também a Subsecretaria da Receita Estadual.

Em todo o estado, a Secretaria da Fazenda do Amazonas ainda conta com subdivisões, chamadas de subintendências regionais. Cada uma delas é responsável por realizar as atividades da secretaria da fazenda e ainda manter divisão superior informada.

Secretaria da Fazenda do Amazonas – AM Online

Como as demais secretarias da fazenda de todo o país, a Secretaria da Fazenda do Amazonas conta com um site próprio aonde consegue manter todos os contribuintes informados sobre s atividades e ainda oferece serviços virtuais e download variados.

No link especial do Portal do Servidor, é possível ter acesso aos seguintes serviços: registro de ponto (fora da sede e fiscais atividade externa), consulta ponto eletrônico, cadastro de telefone dos colaboradores, calendário de cursos, consulta histórico treinamentos do servidor, pesquisa de ramais
código de classificação e tabela de temporalidade, portaria institui e, disciplina e coleta seletiva de papel, fale conosco do colaborador, avaliação de, eventos fazendários, novo horário de expediente, perfil do colaborador, legislação de pessoal, formulários – recursos humanos, gestão de projetos e a consulta de contra cheque.

O Secretaria da Fazenda do Amazonas ainda conta com outras funções, como link especial do Sintegra Amazonas, link dos conselhos de recursos fiscais, sistemas AFI e SIGO, edição a distancia, entre outras.

Quem quiser ainda pode acompanhar as novidades e atualizações da Secretaria da Fazenda do Amazonas através do Twitter.

Secretaria da Fazenda de Pernambuco - PE

Secretaria da Fazenda de Pernambuco – PE

Sobre a Sefaz Pernambuco – PE

Pernambuco é uma das unidades federativas do Brasil. Ele está localizado na Região Nordeste. O estado pernambucano faz divisa com os estados da Paraíba, ao norte, do Ceará, a noroeste, Alagoas, a sudeste, Bahia, ao sul e Piauí a oeste. O estado ainda é banhado pelo Oceano Atlântico. Ele ocupa uma área de 98.311 km², sendo pouco menor que o país da Coreia do Sul.

Principais cidades do Estado de Pernambuco

A capital do estado é a cidade de Recife, sendo a principal cidade também, tendo como atual governador o político do PSB Eduardo Campos. As outras cidades importantes do estado são Araripina, Arcoverde, Salgueiro, Serra Talhada, Petrolina, Garanhuns, Caruaru, Goiana e Vitória de Santo Antão.

Economia do Estado de Pernambuco

O PIB, Produto Interno Bruto, do estado pernambucano é de R$ 70,441 bilhões de reais, sendo considerado o décimo maior entre as unidades federativas do país, ficando à frente de estados importantes como Ceará e Mato Grosso.

Entre as 100 cidades do mercado emergente

Recife é o principal centro econômico do estado, sendo considerada por uma pesquisa feita pela MasterCard Worldwide como uma das 100 cidades com a economia mais desenvolvida entre os mercados emergentes do planeta, ficando atrás apenas das cidades aqui no Brasil como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, ficando a frente de cidades importantes, como Curitiba.

Secretaria da Fazenda de Pernambuco – PE

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco, SEFAZ, tem mais de 110 anos de existência. Ela foi criada no dia 21 de setembro de 1891, através da Lei nº 6, sancionada pelo então governador do estado, o Desembargador José Antônio Corrêa da Silva. Primeiramente, ela recebeu a denominação de Secretaria de Finanças, tendo como primeiro secretário Afonso de Albuquerque Melo, entre os anos de 1891 a 1893.

Missão da Secretaria da Fazenda de Pernambuco

A principal missão da Secretaria da Fazenda de Pernambuco é gerir e prover os recursos financeiros necessários para que seja possível a viabilização das políticas públicas de Pernambuco. Ela busca ser reconhecida como uma instituição de excelência, principalmente como fomentador da geração de recursos para o próprio desenvolvimento do Estado.

Pesquisar
Artigos Relacionados